Pedestres ganham primeira legislação exclusiva na Alemanha

Medida busca incentivar a locomoção a pé para diminuir as emissões de poluição que causam o aquecimento global, geralmente geradas por veículos automotores.


0
Berlim aprova lei voltada para melhorar as condições do transito de pedestres. (Foto: Christian Mang/ Reuters)

Berlim aprova lei voltada a melhorar condições para aqueles que andam a pé. Ao lado dos ciclistas, pedestres são as principais vítimas de acidentes de trânsito na capital alemã. Dos 50 mortos em acidentes no ano passado em Berlim, 19 eram pedestres.

Ao assumir o governo da capital alemã em 2016, a coalizão formada pelo Partido Social Democrata (SPD), Partido Verde e A Esquerda prometeu uma revolução na mobilidade urbana de Berlim. Carros deixariam ser o foco principal de medidas públicas nesta área, que dariam prioridade ao transporte público, ciclistas e pedestres.

A mudança seria voltada não somente a atender as necessidades da população, cuja maioria não tem carro, mas também a diminuir as emissões que causam o aquecimento global, fazendo com que Berlim alcançasse, assim, a neutralidade do carbono.

Desde então, alguns passos foram dados nessa direção: foi lançando um plano de investimento bilionário para o transporte público; uma lei de mobilidade urbana focada no transporte público e bicicletas; mais ruas estão sendo transformadas em “cicloruas”, nas quais ciclistas têm prioridade; e o sistema de ciclovias está sendo expandido, embora a uma velocidade bem mais lenta do que muitos esperavam.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui