Pela quinta semana consecutiva, governo não emite novos Avisos e Alertas

Confira as informações do programa Correspondente Independente das 18h


0
Foto: Governo do RS / Divulgação

O governo do Estado decidiu pela manutenção do atual quadro do Sistema 3As, sem emissão de Avisos ou Alertas, pela quinta semana consecutiva. A divulgação foi feita após reunião do Gabinete de Crise, na tarde desta quarta-feira (15), com base no monitoramento de indicadores e recomendações feitos pelo GT Saúde. Entre os principais dados considerados positivos, estão a queda no número de internados suspeitos ou confirmados com Covid-19 em leitos clínicos e de UTI. Até o meio-dia desta quarta (15), eram 679 internados em leitos clínicos no Estado – o menor número desde 12 de junho de 2020 – e 526 pacientes confirmados ou com suspeita da Covid em leitos de UTI – menor desde 28 de junho do ano passado. Apesar dos dados positivos registrados no RS e de a tendência ser de estabilidade, com leve queda, o GT Saúde levou ao Gabinete de Crise a preocupação com os números da pandemia em outros países. Fonte: Governo do RS

Pfizer anuncia a entrega de 8.463.780 ao Ministério da Saúde até domingo

A Pfizer anunciou que vai entregar 8.463.780 ao Ministério da Saúde até domingo (19). Os lotes serão divididos em oito voos que sairão do Aeroporto Internacional de Miami, nos Estados Unidos, com destino ao Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas. Esta entrega teve início na noite de terça-feira (14), com um lote de 1.140.750 de doses. No último domingo (12), a farmacêutica já havia entregue 5.181.930 de doses, maior remessa de vacinas em um único dia. Com esse lote de terça-feira, o total entregue ao governo brasileiro é de 73,6 milhões de doses. A Pfizer vem entregando ao menos 1 milhão de doses quase diariamente (terça, quarta, sexta e domingo) ao governo federal desde o início de agosto. Fonte: R7

Trinta novos delegados da Polícia Civil gaúcha tomam posse

Trinta novos delegados da Polícia Civil gaúcha, formados pela Academia de Polícia, tomaram posse na terça-feira (14), em Porto Alegre. A escolha das lotações dos profissionais ocorreu por ordem de classificação no concurso público, incluindo o curso de formação, iniciado em março e finalizado em setembro. Entre as vagas disponíveis, cinco são para a Capital e cidades da Região Metropolitana, e as demais para o interior do Estado. Fonte: O Sul

Senado aprova distribuição de absorventes para estudantes e mulheres de baixa renda

O Senado aprovou nesta terça-feira (14) projeto que prevê a distribuição gratuita de absorventes higiênicos para estudantes dos ensinos Fundamental e Médio, mulheres em situação de vulnerabilidade e presidiárias. O projeto da Câmara dos Deputados, relatado pela senadora Zenaide Maia (Pros-RN), foi aprovado sem mudanças e segue para a sanção presidencial. A proposta, da deputada Marília Arraes (PT-PE), cria o Programa de Proteção e Promoção da Saúde Menstrual e o qualifica como estratégia para a promoção da saúde e da atenção à higiene. A intenção é combater a precariedade menstrual, que significa a falta de acesso ou a falta de recursos para a compra de produtos de higiene e outros itens necessários ao período da menstruação feminina. Fonte: O Sul

Casa Verde e Amarela tem redução de juros e maior valor de imóveis

O governo federal anunciou nesta quarta-feira (15) uma série de medidas para o programa habitacional Casa Verde e Amarela, lançado em agosto de 2020 para substituir o Minha Casa Minha Vida. Um ano depois de seu lançamento, o programa ainda não decolou. A entrega de novas casas está abaixo da média dos últimos anos, e até agora zero moradias foram regularizadas ou alvo de reformas. A insegurança financeira que cerca o programa desperta críticas num momento em que famílias perdem renda e sofrem com despejos em plena pandemia de covid-19. O Ministério do Desenvolvimento Regional anunciou a redução da taxa de juros para uma parte dos beneficiários do programa, a ampliação do teto do valor dos imóveis considerados habitação popular e o aumento do número de famílias aptas às menores taxas de juros do programa. O ministro Rogério Marinho, que acompanhou a cerimônia no Palácio do Planalto, afirmou que, até 2024, o valor reservado para o programa será de R$ 67 bilhões, contra R$ 56 bilhões atuais. Em 2022, o valor será de R$ 61 bilhões e, em 2023, de R$ 64 bilhões. Segundo o anúncio, famílias de até R$ 2 mil vão ser contempladas, independentemente do valor do imóvel, com as seguintes taxas de juros: 4,25% (no Norte e Nordeste, desde que sejam cotistas do FGTS; para quem não é cotista a taxa é de 4,75%) e 4,5% (no Sul, Sudeste e Centro-Oeste para os cotistas do FGTS; 5% para quem não é). Até o fim de 2022, para famílias com renda mensal de R$ 4 mil a R$ 7 mil, a redução será de 0,5 ponto porcentual. As taxas passam a ser de 7,16% ao ano para cotistas do FGTS por três anos ou mais e 7,66% para quem não é cotista do fundo. Fonte: R7

Lisandro Amaral será a atração desta noite de quinta-feira no Acampamento Farroupilha de Lajeado

O Acampamento Farroupilha, que integra a 3ª Semana Farroupilha de Lajeado, segue com sua programação no Parque Professor Theobaldo Dick até a próxima segunda-feira (20), feriado Frroupilha. Nesta quarta-feira (15), às 17h, ocorre o Show Farroupilha em Movimento, com Daniel Torres e Borghettinho, que percorrerão as ruas de Lajeado. Além das várias atrações que serão apresentadas até segunda no Parque dos Dick, ocorrem outras programações de forma paralela. O evento, realizado pela Prefeitura de Lajeado, por meio da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), em parceria com a Associação Municipal da Tradição Gaúcha (AMTG). Durante todo o evento, o Grupo Independente realiza transmissões direto do Acampamento Farroupilha. RC

Butantan entrega 5,1 milhões de doses da CoronaVac ao governo

O Instituto Butantan enviou hoje (15), ao Ministério da Saúde, mais 5,1 milhões de doses da vacina CoronaVac contra a covid-19, produzida pelo instituto em parceria com o laboratório chinês Sinovac. Com isso, o governo paulista informa ter cumprido o contrato com o Ministério da Saúde para a entrega de 100 milhões de doses desse imunizante, com uma antecedência de 15 dias. Pelo contrato, o Ministério da Saúde deve receber 100 milhões de doses da CoronaVac até o dia 30 de setembro. Fonte: Agência Brasil

Produção e apresentação: Rita de Cássia

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui