Pelo menos 12 militares americanos morreram em bombardeios do Afeganistão

As explosões ocorreram em meio à multidão do lado de fora do aeroporto de Cabul


0
Foto: Reprodução

Os terroristas suicidas atingiram os lotados portões do aeroporto de Cabul com pelo menos duas explosões nesta quinta-feira, causando um banho de sangue entre civis e soldados americanos e interrompendo o transporte aéreo ocidental de afegãos desesperados para fugir. Pelo menos 12 militares americanos morreram nos bombardeios do Afeganistão, incluindo 11 fuzileiros navais e um médico da Marinha. Outros 15 ficaram feridos.

As explosões ocorreram em meio à multidão do lado de fora do aeroporto, que se aglomera há dias na esperança de escapar em um transporte aéreo que, segundo os Estados Unidos, terminará na terça-feira, após a rápida captura do país pelo Talibã.

Não houve reivindicação imediata de responsabilidade pelas explosões, mas as autoridades americanas apontaram o dedo para a afiliada afegã do Estado Islâmico, ISIS-Khorosan, que emergiu como inimiga do Ocidente e do Talibã.

Fonte: Reuters e AP

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui