Pelo menos 60 mil famílias do Rio Grande do Sul serão beneficiadas com a distribuição de cestas básicas

A iniciativa faz parte da campanha "RS Urgente: a fome não espera"


0
Foto: Ideme / Divulgação

Cerca de 60 mil famílias gaúchas serão beneficiadas por uma ação da Seapen (Secretaria da Administração Penitenciária) que vai distribuir cestas básicas para familiares e indicados de apenados no Rio Grande do Sul. A iniciativa faz parte da campanha “RS Urgente: a fome não espera”. As cestas básicas, compostas por alimentos não perecíveis, foram doadas pela Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias à Defesa Civil e serão utilizadas para amenizar as consequências da pandemia do coronavírus.

Para o secretário da Administração Penitenciária, Mauro Hauschild, a ação é muito importante, especialmente neste momento de pandemia. “É neste sentido que desde o ano passado, ainda à frente da SJCDH (Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos), e agora na Secretaria da Administração Penitenciária, procuramos atender as populações mais vulneráveis da melhor forma”, acrescenta.

Das 60 mil cestas básicas, cerca de 30 mil serão distribuídas para familiares de apenados, cerca de 25 mil para indígenas, quilombolas, pessoas com deficiência, idosos, imigrantes e mulheres em situação de vulnerabilidade social, grupos indicados pela SJCDH, e em torno de 500 cestas para familiares e indicados de socioeducandos da Fase.

Fonte: O Sul

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui