Pequim exigirá comprovante de vacinação contra a covid em locais públicos

A capital é a primeira a adotar a medida na China e busca conter a contaminação pela variante ômicron, que causou sucessivos surtos no país este ano


0
Foto: Pixabay

O governo de Pequim anunciou nesta quarta-feira (7) que passará a ser obrigatória a apresentação de comprovante de vacinação contra covid-19 para acesso a locais públicos. A capital é a primeira cidade da China a impor a medida, que busca conter a disseminação da variante ômicron.

A regra se junta à exigência anterior que prevê a apresentação de teste covid negativo realizado dentro de 72 horas para entrar em todos os locais públicos de Pequim. Segundo autoridades de saúde da cidade, a regra entrará em vigor a partir de 11 de julho. As pessoas precisarão provar que estão vacinadas para entrar em uma ampla variedade de locais incluindo cinema, bibliotecas, museus, academias, estádios e centros de treinamento.

A medida também ordena que locais com capacidade limitada de público são obrigados a priorizar a entrada de clientes vacinados. No comunicado, o governo não explicitou qual será o procedimento para pessoas que se vacinaram no exterior. Os sistemas de saúde da China, atualmente, não reconhecem vacinas estrangeiras.

A cidade também exigiu que as pessoas que trabalham na prevenção e controle de epidemias, assistência à saúde, transporte público, entrega e outros setores de maior risco sejam totalmente vacinadas.

Fonte: Veja

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui