Pequim não registra novos casos de Covid-19 pela primeira vez desde novo foco

Confira as informações do programa Correspondente Independente do meio-dia.


0
Foto: Wang Zhao / AFP / CP

Pequim anunciou nesta terça-feira (7) que não registrou novos casos de contaminação do novo coronavírus pela primeira vez desde o surgimento de um foco de contágios na capital da China em junho, que chegou a provocar temores de uma segunda onda doméstica de contágios. No total, 335 pessoas foram infectadas desde o surgimento do foco no mercado atacadista Xinfadi, em Pequi, no início de junho. A Comissão de Saúde da capital chinesa informou nesta terça-feira que detectou apenas um caso assintomático na véspera, que a China não inclui no balanço de casos confirmados. As autoridades chinesas ainda investigam a causa do último foco, mas foi revelado que o vírus teria sido detectado em tábuas utilizadas para cortar salmão importado no mercado de Xinfadi, o que provocou a proibição de importação de alguns produtos e um maior rigor com os fornecedores de alimentos estrangeiros.


ouça o programa

 


À espera de resultado, Bolsonaro está bem, mas com febre baixa

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) acordou bem na manhã desta terça-feira (7), mas a febre baixa continua. Bolsonaro espera o resultado do teste para a Covid-19, que deve ser divulgado nesta terça. O presidente realizou o exame na segunda (6) no HFA (Hospital das Forças Armadas), em Brasília, após sentir os sintomas da doença. Enquanto aguarda o resultado, o chefe do executivo cancelou a agenda da semana. Depois de realizar exames, o presidente afirmou que o pulmão estava limpo. “Eu vim do hospital agora. Fiz uma chapa no pulmão. Está limpo. Fui fazer o exame da covid agora há pouco. Mas está tudo bem”, disse. Além do teste para detecção do novo coronavírus, ele se submeteu a uma ressonância magnética.

Novas medidas restritivas em Porto Alegre entram em vigor hoje

Porto Alegre inicia esta terça-feira (7) com restrições mais pesadas em relação a serviços e comércio para garantir maior taxa de isolamento social no combate ao avanço do coronavírus sobre a Capital. A maior parte das medidas, anunciadas na semana passada, já começa a valer nesta terça. No entanto, o bloqueio do vale-transporte de funcionários de atividades não essenciais entra em vigor a partir da quinta-feira (9), segundo o decreto do Executivo. As medidas valerão por, pelo menos, 15 dias, segundo estimativa da prefeitura.

Para manter empregos, Prefeitura de Teutônia propõe alteração temporária nos incentivos a empresas

A Prefeitura de Teutônia encaminhou à Câmara de Vereadores dois projetos de lei que propõem a alteração temporária nos incentivos à empresas calçadistas Beira Rio e Piccadilly. A proposta não considera, por determinado período, o retorno de ICMS na pontuação de enquadramento do valor do incentivo. Com isso, o objetiva-se a manutenção dos empregos e a diminuição dos impactos. As alterações poderão ter vigência de 90 dias, com possibilidade de prorrogação pelo mesmo período. As matérias devem entrar na ordem do dia da sessão ordinária da Câmara de Vereadores hoje (7), como estima a administração. AI/NR

Witzel prorroga medidas restritivas no RJ até 21 de julho; veja o que pode funcionar

O governador Wilson Witzel prorrogou as medidas restritivas no RJ até o dia 21 de julho. A determinação, publicada no Diário Oficial do estado nesta terça-feira (7), também mantém o funcionamento de alguns setores do comércio e da indústria em horários específicos para evitar aglomerações. Segundo o decreto, as aulas presenciais das redes de ensino estadual, municipal e privada permanecem suspensas, assim como atividades coletivas em cinemas e teatros e o funcionamento de academias de ginástica. A recomendação para que a população fluminense não frequente praias, lagoas, rios, piscinas públicas e clubes também está mantida. Também é obrigatório o uso de máscaras em qualquer estabelecimento público, assim como em locais privados com funcionamento autorizado de acesso coletivo.

Campanha Pomar Solidário arrecada 2 toneladas de alimentos na região

A campanha Pomar Solidário arrecadou, em maio e junho, 2 toneladas de frutas, verduras e legumes para o Programa Mesa Brasil Sesc. O projeto, que convida os gaúchos a compartilharem alimentos que são plantados em suas casas e que não seriam consumidos, contou com a colaboração de doadores de Lajeado, Estrela e Cruzeiro do Sul. Dessa forma, cerca de 930 pessoas dos Vales do Taquari e Rio Pardo foram beneficiadas. O Mesa Brasil segue com a campanha para evitar o desperdício produtos da estação oriundos de pomares e hortas, com alto valor nutritivo o que pode contribuir com o complemento das refeições de muitas pessoas em situação de vulnerabilidade social. A colheita dos produtos pode ser feita pelo proprietário ou por uma equipe do programa, e pode ser combinada pelo telefone (51) 3982-1303. AI/RC

Prefeitura de Lajeado e Defesa Civil se preparam diante da possibilidade de enchente

A Prefeitura de Lajeado e a Defesa Civil do município se preparam diante da possibilidade de cheia do Rio Taquari. Em reunião realizada no gabinete do prefeito Marcelo Caumo, na manhã desta terça-feira (07), o coordenador da Defesa Civil de Lajeado, Heitor Hoppe, expôs o alerta diante da previsão de um volume muito expressivo de chuvas nas regiões que formam as cabeceiras do Rio Taquari. Segundo ele, há previsões que apontam até 150 milímetros de chuva nas próximas 24 horas, o que certamente se refletiria em uma cheia em Lajeado, caso as previsões de chuva se confirmem. Às 9h desta terça-feira, o Rio Taquari apontava 14,94 metros em seu nível, praticamente dois metros acima do nível normal no Município de Lajeado, que é de 13 metros. Por ordem do prefeito, as algumas secretarias devem estar de prontidão para as primeiras ações, que se resumem na possibilidade de ocorrer, ainda nesta terça-feira, da retirada das famílias nas regiões mais baixas da cidade, sinalização de interrupção de vias, e preparação do pavilhão 3 do Parque do Imigrante para alojamento das famílias que tiverem suas casas atingidas pela cheia do Rio Taquari. Conforme Hoppe, o primeiro ponto de alagamento no município em face de uma enchente ocorre no cruzamento da Rua Santos Filho com a Av. Décio Martins Costa (valão), quando o Rio Taquari atinge a cota de 19,5 metros. Por sua vez, no bairro centro, a Rua Francisco Oscar Karnal em seu ponto mais baixo, ladeada pelo Parque dos Dick, é atingida pelo nível do Rio Taquari na cota dos 19,60 metros. As primeiras famílias, por sua vez, são atingidas na cota dos 19,80 metros.

Voluntários organizam venda de cachorro-quente para pagar conta de luz do Estádio Alviazul

Com a suspensão do futebol por conta da pandemia causada pelo novo coronavírus, muitos clubes enfrentam dificuldades financeiras. Um deles é o Clube Esportivo Lajeadense, que mesmo sem estar em campo, precisa manter seus atletas, funcionários e manutenção do estádio. Para tentar amenizar os problemas, um grupo com cerca de 55 integrantes, que pertencem a torcida Fiel Alviazul estão promovendo uma ação chamada de “Cachorro-quente Solidário”. Objetivo é vender cerca de 1,5 mil lanches. Todo valor arrecado será repassado ao clube para o pagamento da conta de luz, que atualmente está cortada por atraso no pagamento. O valor total da dívida, equivalente há trê meses, é de R$ 8.413 mil. Os cartões, para quem deseja comprar o cachorro-quente, começam a ser vendidos nesta terça-feira (7) pelo preço de R$ 10. A retirada será no dia 8 de agosto na Pizzaria DaHora, localizada na Avenida Senador Alberto Pasqualini, no Bairro São Cristóvão, em Lajeado. GH

Produção e apresentação: Júlio César Lenhard
Próxima edição: hoje, às 18h.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui