Pesquisa aponta Lajeado como a melhor cidade pequena do RS para se envelhecer

Polo do Vale do Taquari ficou na sétima colocação nacional entre 348 municípios com populações entre 50 mil e 100 mil habitantes.


0
Foto: Imagem Aérea RS

O índice de Desenvolvimento Urbano para Longevidade elaborado pelo Instituto de Longevidade Mongeral Aegon em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV) aponta Lajeado como a sétima melhor cidade pequena do Brasil para se envelhecer. O município do Vale do Taquari, que tem a população de 2016 estimada em 79.172 pessoas de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), é o melhor gaúcho desse levantamento, que analisa cidades com populações entre 50 mil e 100 mil habitantes.

A pesquisa foi divulgada nesta sexta-feira (05) no site da Revista Exame. Das 348 cidades brasileiras com esta população, 40 se destacam por oferecer boas condições de vida para a pessoas com mais de 60 anos.

Os municípios foram classificados segundo sete variáveis: Indicadores Gerais; Cuidados de Saúde; bem-estar; Finanças; Habitação; Educação e Trabalho e Cultura e Engajamento, que receberam pesos com base nas principais necessidades da população na terceira idade.
O clima também foi levado em conta para a finalização do ranking, que tirou pontos dos municípios de acordo com a frequência com que eles apresentam dias com altas temperaturas, chuvas intensas ou baixa umidade.

A lista, que conta com seis municípios de São Paulo nas primeiras colocações, é encabeçada por São João da Boa Vista (SP), cidade de 88 mil habitantes, que ficou com o índice 99,82. Lajeado aparece em sétimo com 92,69 e outros quatro gaúchos também aparecem no levantamento: Ijuí (32ª posição, com índice 82,90), Esteio (33º – 82,67), Montenegro (35º – 82,02) e Farroupilha (40º – 80,72). RS


Confira lista das primeiras 40 colocadas

Fonte: Exame

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui