Pessoas com deficiência permanente começam a ser vacinadas contra a Covid-19, em Lajeado

Vacinação é feita mediante documento comprobatório


0
Foto: Pietra Darde/Divulgação

Nesta segunda-feira (31) novos grupos prioritários começaram a ser vacinados contra a Covid-19 em Lajeado: Pessoas com Deficiência Permanente (PCD) com 18 anos ou mais e trabalhadores do transporte portuário (que atuam em portos) ou aéreo (que atuem em aeroportos, como pilotos ou aeromoças). Além destas pessoas, o município segue vacinando os demais grupos prioritários.

A vacinação para PCDs é feita mediante documento comprobatório, seja laudo médico, cartões de gratuidade de transporte público, documento oficial de identidade com a indicação da deficiência ou qualquer outro documento que comprove a especificidade. 

Portando todos os documentos exigidos, Fernando Fernandes de Aguiar (39) se vacinou na tarde desta segunda-feira. “Assim que fiquei sabendo da vacinação hoje de manhã pelas redes sociais, reuni meus documentos e vim me vacinar. É um momento de alegria. Também fico feliz em ver que as metas da vacinação estão se tornando realidade”, relata Aguiar, que possui deficiência nos membros inferiores.

Em casos em que o indivíduo não possua um documento comprobatório, é aceita uma autodeclaração. Importante salientar que a responsabilidade da autodeclaração é exclusivamente do indivíduo, e em caso de inveracidade, o ato será configurado como crime de falsidade ideológica.

São considerados indivíduos com deficiência permanente aqueles que apresentem uma ou mais das seguintes limitações: 

  • Limitação motora que cause grande dificuldade ou incapacidade para andar ou subir escadas;
  • Indivíduos com grande dificuldade ou incapacidade de ouvir mesmo com uso de aparelho auditivo;
  • Indivíduos com grande dificuldade ou incapacidade de enxergar mesmo com uso de óculos;
  • Indivíduos com alguma deficiência intelectual permanente que limite as suas atividades habituais, como trabalhar, ir à escola, brincar, etc. 

Vacinação nesta terça-feira (1º)

Quem pode se vacinar: 

  • Pessoas com síndrome de Down maiores de 18 anos.
  • BPCs (pessoas com doenças incapacitantes que estão cadastradas no sistema do Benefício de Prestação Continuada – BPC) com 18 anos ou mais. Apresentar documento de identificação e comprovante de inscrição no sistema. Estas pessoas devem buscar se vacinar preferencialmente no auditório da Secretaria do Desenvolvimento Social (antiga Sthas).
  • Pessoas com as comorbidades da lista abaixo com 18 anos ou mais: apresentar de documento de identidade e documento padrão de profissional da saúde informando a comorbidade. Pacientes com comorbidades que são acompanhados pelos postos de saúde da rede municipal deverão solicitar o documento com o seu médico de referência ou o profissional do posto poderá atestar a comorbidade de acordo com o prontuário de registro do paciente no posto. Pacientes atendidos no sistema privado também devem solicitar o documento padrão do seu médico ou um atestado específico que tenha a descrição em palavras por extenso da comorbidade (e não apenas a citação do código da CID no atestado).
  • Pessoas com Deficiência Permanente (PCD) com 18 anos ou mais. Apresentar documento que comprove a deficiência, como laudo médico, cartões de gratuidade de transporte público, documento oficial de identidade com a indicação da deficiência ou qualquer outro documento que comprove a especificidade. Em casos em que o indivíduo não possua um documento comprobatório, será aceita uma autodeclaração.
  • Trabalhadores do transporte portuário (que atuam em portos) ou aéreo (que atuem em aeroportos, como pilotos ou aeromoças).
  • Pessoas que tem que fazer a segunda dose da Oxford.

Locais de vacinação: 

  • Local 1: Parque do Imigrante (Avenida Parque do Imigrante, s/nº, Bairro Alto do Parque). Será exclusivamente no modo drive-thru. Os veículos deverão acessar o Parque pela entrada lateral (junto ao Restaurante Panorâmico e à Defesa Civil).
  • Local 2: Auditório da Secretaria do Desenvolvimento Social (antiga Sthas, na Rua Cel. Júlio May, s/nº, Centro). O auditório está localizado junto à secretaria, com entrada pela Rua Cel. Júlio May.

Horário de vacinação 

  • Das 8h às 14h, sem fechar ao meio dia. AI/VM

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui