PF prende mais 15 suspeitos de roubo a bancos em Araçatuba

O mega assalto ocorreu em agosto com 32 suspeitos


0
Foto: Agência Brasil / Divulgação

A Polícia Federal (PF) prendeu nesta quinta-feira (16) mais 15 suspeitos de envolvimento nos roubos a bancos em Araçatuba, no interior de São Paulo. No total, são 32 presos. Grande parte da organização criminosa já foi identificada e presa, segundo a investigação. Esta é a terceira fase da operação que apura os ataques ocorridos na madrugada do dia 30 de agosto. Um dos investigados com mandado de prisão nesta quinta está foragido.

Em outra fase, mais um suspeito identificado não foi localizado. Diligências são realizadas para que sejam presos. “Pode-se dizer que dentro dos 32 presos, há indivíduos do grupo principal da organização criminosa, que trocou tiros com a polícia, fez reféns e escudos humanos. Os que participaram da contenção violenta e do financiamento da ação. Grande parte da quadrilha já está desarticulada. Outros estão identificados, mas tentando fugir”, afirmou Cristiano Tádua da Silva, delegado chefe da PF de São José do Rio Preto.

A polícia acredita que a organização criminosa que participou dos ataques tenha cerca de 50 integrantes, cada um com uma função bem definida. “Tem os olheiros, os que conseguiram os veículos usados na fuga e na ação, os carros incendiados. Outro grupo é responsável pelos explosivos, outros armados que fizeram os reféns e escudos humanos. E também os financiadores, que forneceram dinheiro para compra de explosivos, para toda a ação”, detalhou o delegado.

Nesta quinta, um dos presos foi localizado em Campinas, no interior de São Paulo, um em Foz do Iguaçu, no Paraná, e os demais em regiões da capital paulista. Segundo a investigação, grande parte dos investigados tem passagens pela polícia, por crimes como roubo a bancos.

Fonte: Correio do Povo

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui