Pfizer diz que sua pílula tem 90% de eficácia contra covid grave

Farmacêutica também divulgou que antiviral reduz 70% as internações e morte de pacientes sem nenhuma comorbidade


0

A Pfizer divulgou nesta terça-feira (14) que a pílula contra a covid-19 produzida pela farmacêutica tem eficácia de quase 90% na prevenção de internações e morte de pacientes de alto risco. O laboratório afirmou, ainda, que os resultados finais dos estudos sugerem que a droga mantém a eficácia contra a rápida propagação da variante Ômicron do coronavírus

. A empresa americana afirmou no mês passado que o medicamento oral era 89% eficaz na prevenção de internações ou mortes quando comparado ao placebo, com base em resultados provisórios em cerca de 1.200 pessoas. Os dados divulgados nesta terça-feira incluem mais 1.000 pessoas. No estudo, ninguém que recebeu o tratamento da Pfizer morreu, em comparação com 12 mortes entre os receptores de placebo.

As pílulas da Pfizer são tomadas junto com o antiviral ritonavir a cada 12 horas, por cinco dias, logo após o início dos sintomas. Se autorizado pelas agências reguladoras, o tratamento será vendido como paxlovid. A Pfizer também divulgou dados iniciais de um segundo estudo clínico que mostra que o tratamento reduziu as internações cerca de 70% em um grupo aproximadamente 600 adultos de risco padrão.

Fonte: R7


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui