Piloto Lewis Hamilton financia formação de professores pretos em tecnologia


0
Foto: Divulgação

O piloto Lewis Hamilton lançou um projeto para financiar a capacitação e formação de professores pretos em áreas como ciências, tecnologia, engenharia e matemática. Esta será a primeira ação do Mission 44, instituição criada por Hamilton focada na educação. O anúncio foi feito nesta terça, 6 pelo campeão da Fórmula 1.

Um relatório publicado em julho no Reino Unido indicou que a falta de professores pretos dando aulas de matérias sobre ciência e tecnologia limitou o número de alunos negros engajados nessas disciplinas. Por isso muitos teriam deixado de buscar carreiras nessas áreas.

Projeto de inclusão

O projeto de inclusão de Hamilton é realizado em parceria com fundação de caridade educacional Teach First. Ele será colocado em prática nos próximos dois aos e ajudará escolas que atendem comunidades carentes na Inglaterra.

De acordo com o piloto, a iniciativa vai começar ajudando na formação de 150 professores pretos. No ano passado, Lewis Hamilton também criou uma comissão que ajuda a aumentar o número de pessoas pretas no automobilismo britânico e promover a diversidade.

Vidas pretas importam

Em 2020 o piloto Lewis Hamilton aproveitou o GP de F1 para apoiar os protestos mundiais do #BlackLivesMatter – Vidas pretas importam – movimento desencadeado após a morte covarde de George Floyd por um policial branco nos EUA.

Primeiro, Hamilton se ajoelhou e posou para foto com outros pilotos vestindo a camiseta do movimento. Depois da vitória, ele renovou o protesto com o punho erguido, repetindo o movimento dos americanos medalhistas olímpicos Tommie Smith e John Carlos, que eternizaram o sinal dos “Panteras Negras” nos Jogos Olímpicos do México de 1968.

Fonte: Só Notícia Boa/ Revista Raça e SNB

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui