Planta quitoco: conheça suas características, utilidades e forma de cultivo

No Rio Grande do Sul é encontrada fazendo parte do bioma Pampa e da Mata Atlântica, preferindo campos úmidos, banhados, solos arenoso e argiloso úmidos


0
Foto: Divulgação

A planta quitoco é um arbusto perene entre 1,5 a 2,0 metros de altura, aromática, pouco ramificada nativa da América do Sul e encontrada no sul do Brasil.

Seu nome científico é “Pluchea sagittalis” e popularmente chamada de quitoco, lucera, erva-lucera, tabacarana, arnica e macela. Estas duas últimas geram confusão, pois são nomes de outras plantas. No Rio Grande do Sul é encontrada fazendo parte do bioma Pampa e da Mata Atlântica, preferindo campos úmidos, banhados, solos arenoso e argiloso úmidos. Também é encontrada frequentemente em arrozais.

Popularmente usado como planta medicinal para: problemas de digestão, resfriados, reumatismo, inflamações do útero, rins e bexiga. Na gastronomia usada no tempero de carnes, embutidos, massas maceradas com alho e sal.

Frutifica de março a maio. Multiplica-se por sementes e por ser muito pequena, planta-se na sementeira, sem enterrar mantendo o local úmido. Replantar quando tiver de 5 a 10 cm. O solo deve ser rico em matéria orgânica (esterco bem curtido) gosta de sol ou meia-sombra mas deve ser úmido. Sementes são vendidas pela internet. Contra indicação para gestantes e quem tem lesão na medula.

Jogava futebol praiano em Arroio Teixeira (1967/1968) e numa partida torci o tornozelo. Fui para casa mancando e ao passar numa esquina um senhor me chamou perguntando o que ouve. Expliquei e ele me deu uma garrafinha com o quitoco usei como compressa e ajudou muito. Se passaram os anos vim para Lajeado e jogava peladas por aí (1978). E novamente aconteceu a mesma coisa vinha do paroquial mancando subindo a Bento e quem era o senhor? O seu Ruy Lopes com a garrafinha e ficamos amigos da família. Aliás ele me deu muitas dicas de uso de outras plantas. Usava o quitoco para tudo e tinha o prazer de distribuir para as pessoas e funcionava. Buscava todos os anos a planta em Arroio Teixeira, nas áreas perto da lagoa.

Dicas (atividades recomendadas para julho)

Apicultura: Manter as colmeias sem ou com uma sobre caixa; Alimentar as abelhas se for necessário; Manter o alvado (entrada das abelhas) reduzido.

Pomar: Plantio de mudas e se for enxertada não enterrar o “calo” o nó do enxerto. Covas com esterco bem curtido e um pouco de cinza. Época de podas de inverno e formação. Tratamento de inverno com caldas sulfocálcica e bordalesa para controle de pragas e doenças.

Horta: Plantio de mudas ou sementes: alface, couve flor, cenoura cultivares para o inverno. Repolho, couve, chicória, beterraba, nabo, rabanete, berinjela, couve-chinesa, acelga, ervilha, fava, mostarda, salsa, espinafre, agrião, alho, cebolinha verde, brócolis, manjericão, rúcula.

Jardim: Planta-se alyssum, begônia, tagedes, sálvia, cravina, phlox, áster, margarida, verbena, amor perfeito.

Texto por Nilo Cortez, engenheiro agrônomo

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui