Poder público, hospital e Univates se mobilizam em Brasília pela ampliação de vagas para o curso de Medicina

Se confirmada a ampliação, será uma ótima notícia para a região, que poderá se beneficiar com a formação de mais médicos para os atendimentos em saúde


0
Comitiva de Lajeado em reunião com o ministro da Educação, Milton Ribeiro (Foto: MEC / Divulgação)

Uma comitiva liderada pelo prefeito de Lajeado, Marcelo Caumo, junto com a reitoria da Univates e o vereador Alex Schmitt, esteve em Brasília na semana passada com o objetivo de pleitear um aumento no número de vagas para o curso de Medicina da universidade do Vale do Taquari. O pedido foi apresentado num encontro com o ministro da Educação, Milton Ribeiro, intermediado pelo senador gaúcho Luís Carlos Heinze.

Anteriormente, comitiva lajeadense com a presença do diretor do Hospital Bruno Born, Cristiano Dickel, já havia introduzido o assunto junto aos ministérios.

A comitiva recebeu um aceno positivo, tanto do Ministério da Educação como do Ministério da Saúde, e agora são aguardados dados da estrutura do Sistema Único de Saúde (SUS) na região para subsidiar a decisão. Se confirmada a ampliação das vagas, será uma ótima notícia para a Univates, para o Hospital Bruno Born e para a região como um todo, que poderá se beneficiar com a formação de mais médicos para os atendimentos em saúde.

A Univates tem se notabilizado por uma formadora de excelência, que põe no mercado mão de obra qualificada. Os esforços para ampliar a oferta na Medicina mostram uma união positiva da região, e em Brasília, cabe destacar o empenho do senador Luís Carlos Heinze, que tem feito ligações pessoalmente para interceder pelo Vale do Taquari.

O curso de Medicina é um curso grande, conceituado e, apesar de recente, traz receitas adicionais importantes para a instituição, em um momento em que as universidades buscam se adaptar às mudanças constantes que o Ensino Superior tem sofrido no país, com queda no número de alunos presenciais e ampliação do ensino a distância, bem como as dificuldades financeiras que as famílias enfrentam e que afetam diretamente o setor.

Douglas Sandri, graduado em Engenharia Elétrica, é presidente do Instituto de Formação de Líderes (IFL) de Brasília e assessor parlamentar. Todas as quartas-feiras, participa do quadro “Direto de Brasília”

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui