Polícia aguarda laudos para ter respostas sobre os cinco mortos da mesma família

IGP analisou local de crime e fez a necropsia dos corpos das vítimas


0
Foto: Ilustrativa/Divulgação

O titular da 4ª Delegacia de Polícia de Homicídios e Proteção à Pessoa (4ª DPHPP), delegado Rodrigo Pohlmann Garcia, aguarda os laudos do Instituto-Geral de Perícias (IGP) para “ver se conseguimos respostas” sobre as cinco pessoas da mesma família mortas no começo da manhã dessa quarta-feira.

O crime ocorreu em um sobrado no interior de condomínio de luxo na Rua Dona Maria, no Bairro Santa Tereza, em Porto Alegre. Ele espera sobretudo os laudos periciais de local de crime e de necropsia das vítimas.

O empresário e dono de uma distribuidora de alimentos Octávio Driemeyer Júnior, 44 anos, foi identificado como autor dos disparos que mataram a esposa Lisandra Lazaretti Driemeyer, 45 anos; o filho Enzo Lazaretti Driemeyer, 14 anos; a mãe Delci Driemeyer, 79 anos; e a sogra Geraldina Lazaretti, 81 anos. Depois,ele tirou a própria vida. Todas as vítimas estavam em suas camas nos quartos do sobrado de três andares. Octávio pode ter utilizado duas espingardas de caça, segundo os policiais civis.

Encaminhadas ao IGP, as armas estavam registradas no nome do sogro, que havia morrido recentemente em decorrência de câncer. Uma tia, que encontrava-se no pavimento inferior, conseguiu escapar ao ouvir os disparos.

Fonte: Correio do Povo

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui