Polícia Civil abre investigação sobre vídeo com ameaça a Lula

Homem divulgou vídeo fazendo ameaças de morte ao ex-presidente petista


0

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), determinou que a polícia investigue um homem responsável por divulgar um vídeo fazendo ameaças de morte ao ex-presidente Lula. Ele também telefonou para a presidente nacional do PT, a deputada federal Gleisi Hoffmann, para falar sobre o caso, após receber uma carta denunciando o vídeo. Em nota à imprensa, Doria disse que assistiu ao vídeo e que determinou a abertura imediata de uma investigação para apurar a procedência das ameaças. As imagens foram feitas por um homem e divulgadas em redes sociais. No vídeo, ele aparece com uma camiseta do Brasil e a bandeira do país enrolada na cintura, com uma arma na mão. Ele faz disparos e, dirigindo-se a Lula, aponta para a arma e diz que o presidente “vai ter problema”. Fonte: G1

Caixa pede que usuários atualizem dados cadastrais do Caixa Tem

Às vésperas de uma provável nova rodada do Auxílio Emergencial, a Caixa Econômica Federal (CEF) pede que os usuários do aplicativo Caixa – que é usado para pagar o benefício – atualizem seus dados cadastrais. O objetivo, segundo o banco, é “oferecer mais segurança, vantagens e praticidade aos clientes”. A Caixa informou que a atualização não é obrigatória, e que não está vinculada ao recebimento do Auxílio Emergencial, nem uma condição para que o cliente receba qualquer benefício pago pelo Governo Federal. A atualização dos dados deve ser feita pelo próprio aplicativo, no celular, não sendo preciso ir até uma agência do banco. O banco vai fazer a atualização de forma escalonada, de acordo com o mês de nascimento dos clientes. Fonte G1

Pequim usará vacina chinesa como critério para concessão de visto

A China está disposta a suavizar suas restrições fronteiriças para permitir o retorno de alguns estrangeiros, incluindo aqueles procedentes de Estados Unidos, Índia e Paquistão, desde que tenham sido vacinados contra a covid-19 com um imunizante de fabricação chinesa. O país se fechou para a maioria dos estrangeiros desde março passado para conter a propagação do coronavírus. O contágio foi, em grande medida, controlado no país. Deixou muitas pessoas no exterior, apesar de terem trabalho e família na China. Agora, embaixadas chinesas em vários países emitiram avisos, indicando que abrirão as solicitações de visto para algumas pessoas, desde que tenham sido imunizadas com uma vacina chinesa. Fonte: R7.com

Santa Cruz do Sul dará auxílio a profissionais do esporte afetados pela pandemia

A Prefeitura de Santa Cruz do Sul beneficiará os profissionais do esporte atingidos pela pandemia. O valor investido com recursos próprios do município será de R$ 100 mil. O edital será similar ao proposto no ano passado para financiar artistas e ações culturais, no formato de premiação pela atuação esportiva. O edital ainda está em fase de elaboração pela Secretaria de Habitação, Desenvolvimento Social e Esporte. Para obter o apoio, poderão se inscrever professores de academia, de escolinhas e técnicos esportivos que comprovem registro no Conselho Regional de Educação Física (Cref) e exerçam a função há pelo menos um ano, e árbitros que comprovem atividade no ano de 2019 e não tenham outra atividade profissional formal. Fonte: Correio do Povo

Bolsonaro troca indicação para cargo de diretor da Anvisa

O presidente Jair Bolsonaro desistiu do nome de Jorge Luiz Kormann para ocupar uma vaga na diretoria da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e enviou uma nova indicação ao cargo para a apreciação do Senado Federal, Romison Rodrigues Mota. A indicação de Kormann havia sido encaminhada aos parlamentares em novembro do ano passado. Nesta terça-feira, em mensagem publicada no Diário Oficial da União (DOU), Bolsonaro pede ao Senado a retirada de tramitação do processo.A nova indicação também está formalizada em mensagem na edição de hoje no diário. Para assumir o posto, Romison Rodrigues Mota precisa passar por sabatina em comissão do Senado e ter seu nome aprovado pela Casa. Fonte: Correio do Povo

Mais de 140 pessoas foram mortas desde golpe em Mianmar, diz ONU

Ao menos 149 pessoas foram mortas em Mianmar desde o golpe militar de 1º de fevereiro, com as forças de segurança usando munição real contra manifestantes, afirmou nesta terça-feira (16) o escritório de direitos humanos das Nações Unidas. Além disso, 37 jornalistas foram presos e 19 permanecem detidos. Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui