Polícia Civil indicia Jairinho pela 3ª vez por tortura à criança

Dessa vez, as agressões são relativas a criança Enzo Saraiva Delforge, filho da amante do parlamentar


0

A Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (DCAV) indiciou pela terceira vez o vereador Dr. Jairinho por crime de tortura majorada. Dessa vez, as agressões são relativas a criança Enzo Saraiva Delforge, filho da amante do parlamentar, Débora Mello Saraiva.

A constatação se deu através de provas técnicas, depoimentos de testemunhas e depoimentos especiais da vítima e de sua irmã, que confirmaram as declarações colhidas em sede policial. Segundo as investigações, o vereador sufocou o menino com saco na cabeça e deu pisões em seu abdômen.

Em um determinado episódio, Enzo teve grave fratura de fêmur, ao tentar fugir do carro do vereador após vomitar no veículo, por medo. A criança ficou imobilizada com gesso por cerca de dois meses, incapacitada de se locomover por seis meses. O caso aconteceu em 2016 e Enzo tinha 3 anos na época.

Outros casos

O vereador Jairo Souza Santos, o Dr. Jairinho, e a professora Monique Medeiros, foram denunciado pelo MP-RJ (Ministério Público do Rio de Janeiro), pelos crimes de homicídio duplamente qualificado e tortura contra o menino Henry Borel, de 4 anos. Henry foi morto em 8 de março no apartamento do casal, na Barra da Tijuca. Segundo a polícia, os crimes a que ambos foram enquadrados preveem penas que podem chegar a 30 anos de prisão.

Dr. Jairinho também já foi denunciado pelo MP-RJ pela tortura à filha de uma ex-namorada. De acordo com a denúncia, durante o tempo em que se relacionou com a mãe da vítima, o vereador se aproveitou para, nas oportunidades em que se encontrava sozinho com a criança, torturá-la física e mentalmente.

Fonte: R7


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui