Polícia Civil prende mais dois suspeitos de latrocínio ocorrido em Arvorezinha

Segundo a investigação, um dos suspeitos teria levado os dois executores até o ponto combinado para negociar o veículo.


0

Mais dois indivíduos suspeitos de terem participado da morte de Denilso da Silva (38) foram presos. A informação foi confirmada pela Polícia Civil na manhã desta quinta-feira (23).

Um dos suspeitos foi detido em uma residência na cidade de Arvorezinha, sendo apreendida maconha e um coldre. Já o outro, um apenado, recebeu a ordem judicial na cela que ocupa no Presídio Estadual de Getúlio Vargas. O crime ocorreu no dia 2 de abril, em Arvorezinha. O morador de Soledade foi até a cidade vizinha para concluir a venda de um carro que negociava pela internet.

Segundo a investigação, os dois supostos compradores teriam pedido para testar o automóvel, e Silva acompanhou a dupla. Desde então, não foi mais visto. O corpo dele foi encontrado no dia seguinte, no interior de Arvorezinha. Segundo o delegado Marcio Marodin, titular da Delegacia de Polícia do município, o homem preso em Arvorezinha teria levado os dois executores até o ponto combinado para negociar o veículo. Já o outro, que está no presídio, seria responsável pelos contatos com as vítimas, por meio da rede social.

Os dois executores foram capturados no dia 10 deste mês, em Lagoa Vermelha e Arroio do Tigre. AD/Correio do Povo


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui