Polícia cumpre mais de 1 mil ordens judiciais contra organização especializada em lavagem de dinheiro em quatro estados

Grupo usava empresas para converter valores obtidos ilegalmente, principalmente por meio do tráfico de drogas. Investigação comprovou que o grupo possuía pilotos de aeronaves que traziam diariamente dezenas de quilos de drogas do exterior


0
Polícia encontrou dinheiro dentro de um urso de pelúcia (Foto: Polícia Civil/Doivulgação)

A Polícia Civil cumpre, desde a madrugada desta terça-feira (19), 1.368 ordens judiciais em 38 cidades de quatro estados contra uma organização criminosa especializada em lavagem de dinheiro.

Até a última atualização desta reportagem, 35 pessoas haviam sido presas. De acordo com a investigação, dinheiro obtido a partir do tráfico de entorpecentes, comércio ilegal de armas de fogo, de pedras preciosas, crimes patrimoniais (roubo, furto, extorsão e estelionato) e contra a fé pública (falsificação de documentos, falsidade ideológica e adulteração de sinal identificador de veículo automotor) era “maquiado” por meio de empresas mantidas por essa facção que tem base no Rio Grande do Sul.

1.302 agentes públicos participam da operação policial (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

O delegado Mario Souza, diretor da 2ª Delegacia de Polícia da Região Metropolitana, explica que a lavagem de dinheiro, obtido principalmente com o tráfico de drogas, é feita com a aquisição de imóveis e automóveis em Porto Alegre, na Região Metropolitana da Capital, além do Litoral do RS e de Santa Catarina. Empresas eram adquiridas para “legalizar” valores obtidos ilegalmente.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui