Polícia da França entra em choque com jovens em protesto contra eleição presidencial

'Nem Macron, nem Le Pen', dizem secundaristas em manifestação; polícia reagiu com gás lacrimogêneo.


0
Jovem durante confronto com a polícia em manifestação contra o resultado do primeiro turno da eleição presidencial na França (Foto: Lionel Bonaventure / AFP)

A tropa de choque da França entrou em confronto com jovens no centro de Paris nesta quinta-feira (27), quando uma manifestação contra a candidata presidencial de extrema-direita, Marine Le Pen, e seu rival de centro, Emmanuel Macron, se tornou violenta.
A polícia reagiu com gás lacrimogêneo quando jovens mascarados atiraram garrafas nas proximidades de uma marcha de cerca de 500 alunos do ensino secundário.


Ouça o quadro


Os policiais também usaram gás lacrimogêneo contra manifestantes em Rennes, cidade do oeste francês onde quase 2 mil estudantes de ensino médio e universitários e ativistas da extrema-esquerda realizaram uma passeata, relatou um correspondente da Reuters no local.

Em Paris, estudantes bloquearam as entradas e realizaram manifestações relacionadas à eleição em cerca de 20 escolas de ensino médio no início desta quinta-feira depois que entidades estudantis os exortaram a comparecer aos protestos.

Alunos vêm realizando protestos “nem Le Pen, nem Macron” em escolas desde que os dois passaram para o segundo turno de 7 de maio da eleição presidencial.

“Estamos pedindo ação contra a candidata de extrema-direita, Marine Le Pen, e o candidato das altas finanças, Emmanuel Macron”, disse o líder do grêmio estudantil UNL-SD, Giuseppe Aviges, aludindo ao passado de Macron como banqueiro de investimento.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui