Polícia indicia 2 ex-prefeitos e mais 15 pessoas por esquema de corrupção na Prefeitura de Agudo

Investigação aponta envolvimento agentes públicos e empresários na contratação de empresa de forma ilegal. Prejuízos teriam alcançado R$ 700 mil


0
Foto: Polícia Civil/Divulgação

A Polícia Civil indiciou, na manhã desta sexta-feira (12), 17 pessoas por envolvimento em um esquema de corrupção que causou um prejuízo estimado em R$ 700 mil à Prefeitura de Agudo, na Região Central do estado. Entre os indiciados, estão dois ex-prefeitos, cujos nomes não foram divulgados.

O anúncio foi feito durante uma coletiva de imprensa na 3ª Delegacia de Polícia Regional do Interior (DPRI) em Santa Maria. Em nota, a Prefeitura de Agudo disse que esteve à disposição dos órgãos policiais desde o início deste ano e garante que não tem mais contrato com a empresa.

O município diz ter seguido “as orientações dos órgãos jurídicos com o intuito de interromper as práticas ilícitas que ocorriam, sendo interessada em apurar os fatos da melhor forma possível”. Além dos dois ex-prefeitos, também foram indiciados 11 ex-secretários, dois servidores e dois empresários. Os nomes deles também não foram divulgados pela polícia.

A investigação, que começou em 2019, aponta que uma servidora da prefeitura teria uma empresa que prestava serviços de internet ao município sem licitação. O CNPJ estava no nome de um “laranja” que é funcionário dela.

Fonte: G1

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui