Polícia prende cinco suspeitos de envolvimento em assalto cinematográfico, em Criciúma

Duas pessoas foram localizadas em Porto Alegre e três próximo a Torres, no litoral gaúcho.


0
Foto: Reprodução / WhatsApp

Cinco pessoas suspeita de envolvimento no ataque a banco em Criciúma-SC foram presas no final da tarde desta quarta-feira (2). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) catarinense, duas pessoas foram localizadas em Porto Alegre e três próximo a Torres.

O assalto aconteceu na noite de segunda-feira (30), quando a Tesouraria Regional do Banco do Brasil, no centro de Criciúma, foi invadida. Conforme a PRF há fortes indícios de que os presos têm envolvimento com o assalto.

O crime chamou atenção pela forma como foi executado. Foram realizados disparos em vários pontos do município, inclusive no Batalhão da Polícia Militar. Os criminosos ainda tentaram incendiar um túnel que dá acesso a Criciúma, na BR-101, para evitar a aproximação da polícia. O grupo utilizava armamentos de grosso calibre, como fuzis 556 e 762. Também foram usados pelo menos 200 quilos de explosivos. Artefatos foram deixados no local, incluindo bombas com acionamento remoto.

Na ação, o soldado Jéferson Luiz Esmeraldino (32) foi baleado. Ele segue internado, em estado grave.

Mais um suspeito preso

Na madrugada de hoje (3) guarnições do BOPE encontraram o local supostamente utilizado como transição para fuga do crime praticado em Criciúma, na cidade de Três Cachoeiras-RS, distante cerca de 100 kms do município catarinense.

Na residência foram encontrados vários vestígios que indicam participação no roubo. Roupas com sangue, acionador para explosivos e um veículo furgão. Um homem foi preso no local. MS

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui