Polícia prende dez criminosos que aplicavam o golpe dos nudes no interior do Rio Grande do Sul

Confira as informações correspondentes das 18h


0
Foto: Polícia Civil/Divulgação

A Polícia Civil deflagrou, nesta quinta-feira (04), a Operação Sextorsão para combater uma organização criminosa que aplicava o chamado golpe dos nudes no Norte do Rio Grande do Sul. Foram cumpridos 22 mandados de busca e apreensão, além de 20 ordens judiciais de quebras de sigilo bancário. Dez pessoas foram presas.

A operação é resultado de uma investigação que iniciou em agosto deste ano, após uma vítima de Sertão ser extorquida em R$ 110 mil. Depois, foram identificadas outras cinco vítimas, sendo quatro moradoras da região de Passo Fundo. As vítimas foram extorquidas a pagar uma quantia total de R$ 600 mil aos bandidos.

Em um dos casos investigados, a vítima declarou que, de tão pressionada e sem mais condições de pagar as novas exigências de valores, pensava até em cometer suicídio.
Durante a investigação, chamou a atenção os valores expressivos exigidos das vítimas. Apenas uma delas foi obrigada a depositar R$ 274 mil, sob ameaças de prisão por falsos policiais por estar se relacionando virtualmente com uma adolescente. Fonte: OSul

Escritor gaúcho Luiz Coronel é candidato a uma cadeira na Academia Brasileira de Letras

O escritor gaúcho Luiz Coronel, de 83 anos, é oficialmente candidato a uma das cadeiras em vacância na ABL (Academia Brasileira de Letras), especificamente a de número 39, que teve como último ocupante Marco Maciel, falecido em junho deste ano.
Com uma vasta obra de mais de 70 publicações, o poeta, compositor, advogado e publicitário tem recebido o apoio de lideranças políticas, instituições, jornalistas e artistas. Também destaca-se a moção de apoio expressa pela bancada gaúcha no Congresso Nacional.

Para a candidatura, Coronel, que é natural de Bagé, enviou à ABL uma carta expressando seu desejo de concorrer à cadeira juntamente com exemplares de suas obras e narração de sua extensa biografia. A intenção é ser mais um representante do Rio Grande do Sul entre os imortais com acesso à casa de Machado de Assis. Até a data das eleições para a escolha, que acontecem neste mês, Coronel busca apoio de mais instituições enquanto os demais concorrentes fazem campanha.

“Concorrer à Academia é uma honra que imprime um agradecimento aos integrantes da Casa de Machado de Assis e, ao mesmo tempo, às majestosas manifestações de apoio recebidas”, expressa Coronel. Além de reconhecido letrista do regionalismo gaúcho, Coronel escreveu crônicas e livros de prosa. Entre suas principais publicações, estão Os Cavalos do Tempo, Concertos de Cordas, Baile de Máscaras, Pirâmide Noturna, Mundaréu e Retirantes do Sul. Inspirado no modelo francês, editou nove livros-carta com os títulos Poemas de Natal, Pandemias, A Revolução Farroupilha, O Mar, Coração Farroupilha, Poesia Amorosa, Poesia Social, Viva Porto Alegre e Sua Majestade, o Livro. Também se dedica à iniciativa Coleção Dicionários, um dos mais consistentes projetos editoriais do Rio Grande do Sul, hoje em sua 17ª edição, que reverencia em verbetes grandes autores da literatura mundial – com 59 mil exemplares distribuídos para instituições culturais.

Atualmente, Coronel edita o Dicionário Pablo Neruda, 17º volume da Coleção Dicionários, e está em processo de impressão de O Dia que o Major Alarico Virou Estátua, 5º volume da Comédia Gaúcha. Também realiza a exposição Pandemias, junto ao fotógrafo Eurico Salis, em várias cidades do Rio Grande do Sul, retratando as etnias gaúchas (com máscaras) e 12 poemas sobre o ciclo pandêmico.

Formado em Ciências Jurídicas e Sociais e Filosofia pela UFRGS, Coronel carrega o Título de Cidadão Emérito de Porto Alegre e da cidade de Piratini. É membro da Academia Riograndense de Letras desde 1999, recebeu a Medalha Mérito Farroupilha (2009) e a Medalha Cidade de Porto Alegre (2010), contando também com o título de Patrono da 58ª Feira do Livro de Porto Alegre em 2012. O escritor já foi homenageado pela escola de samba União da Vila do IAPI com o sambaenredo “A poesia vem do céu, Luiz Coronel, poeta da cidade” no carnaval de Porto Alegre, em 2004.

Doação de livros

O escritor gaúcho estará presente na 67ª Feira do Livro de Porto Alegre para a doação e autógrafo de livros para alunos de escolas públicas da Capital gaúcha. O encontro com os pequenos e jovens leitores acontece nesta sexta-feira (05), às 10h, na Praça de Autógrafos. Serão distribuídas 400 edições das obras Estórias e Memórias do Visconde de Aceguá e A Declaração Universal dos Direitos dos Animais.

Fonte: OSul

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui