Polícias Federal e Civil deflagram operação contra grupo especializado em fraudes bancárias

O grupo agia em diversos estados da federação


0
Foto: Polícia Federal/Polícia Civil/Divulgação

A Polícia Federal e a Polícia Civil deflagraram na manhã desta quinta-feira (20) a Operação Vulneráveis, a fim de desarticular uma organização criminosa especializada em fraudes contra instituições financeiras, com base no Estado de São Paulo e atuação em diversos Estados da Federação, pelo menos, desde 2020.

As investigações iniciaram a partir de ataques realizados pela organização, em fevereiro de 2023, em agências da Caixa Econômica Federal (CEF) nas cidades gaúchas de Vacaria, São Leopoldo, Canoas e Viamão.

Na sequência, identificou-se que os criminosos agiram em diversos estados, alcançando um número ainda não identificado de pessoas (vítimas diretas) e agências bancárias (vítimas indiretas).

Aproximadamente, 90 policiais federais e civis cumprem nove Mandados de Prisão, 21 Mandados de Busca e Apreensão, nove Mandados de Sequestro e seis ordens de colocação de tornozeleira eletrônica no Estado de São Paulo. A Justiça também determinou o bloqueio de valores em contas bancárias dos investigados e a arrecadação de outros bens que venham a ser identificados em poder do Grupo.

Os investigados deverão responder pelos crimes de furto qualificado, estelionato, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

Foi denominada de operação Vulneráveis em alusão ao modus operandi da organização criminosa: age nas salas de autoatendimento dos bancos, onde elegem como vítimas diretas as pessoas mais vulneráveis, com o intuito de furtar o cartão bancário e posteriormente efetuar saques e transferências das contas. MS

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui