Ponte da ERS-130 será construída cerca de um metro acima da cota da enchente de maio, segundo diretor-presidente da EGR

Em função da elevação, a rodovia que liga Lajeado a Arroio do Meio deve ser inclinada por 500 metros de cada lado, totalizando um quilômetro de modificação


0
Luis Fernando Vanacor (Foto: Eduarda Lima)

A ponte da ERS-130, entre Lajeado e Arroio do Meio, será construída cerca de um metro acima da cota da enchente de maio, conforme o diretor-presidente da EGR, Luis Fernando Vanacor.

Ele explica que para o “vão livre entre a superfície inferior da viga até o nível da água, é considerado a cota de cheia máxima”. A estrutura deve ser instalada até 1,30 metro acima da estrutura existente.

Em maio, o nível atingido pelo Rio Taquari foi de 33,66 metros, conforme a medição do SGB/CPRM. O dado indica que a ponte da ERS-130 será construída considerando a cota de 35 metros, porém, o local é atingido pelas águas do Rio Forqueta, que não conta com monitoramento.

Para que os veículos cheguem até a ponte de forma suave, será necessário inclinar a rodovia por 500 metros de cada lado, totalizando um quilômetro de modificação. Uma contratação específica será feita para essas obras, já que elas não estão inclusas no valor de R$ 14,05 milhões referente ao contrato assinado com a Engedal Construtora de Obras Ltda.

A nova ponte terá 150 metros de extensão e um dos lados contará com passeio de 1,5 metro. Isso foi dimensionado para possibilitar a duplicação da rodovia futuramente, caso aconteça.

De acordo com Vanacor, a estimativa de entrega permanece para antes do Natal. Ainda nesta semana as equipes poderão iniciar a sondagem, que se baseia na perfuração do leito do rio até encontrar uma parte firme e identificar a altura em que as estacas serão instaladas.

Texto: Eduarda Lima
[email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui