Prazo de cadastros para auxílios do Governo do RS “Volta por Cima” e “Pix SOS RS” terminam nesta terça-feira, em Lajeado

Para realizar o cadastro é necessário levar os documentos de identificação com CPF de todos os membros da família


0
Foto: Divulgação

O prazo para fazer os cadastros para os programas Volta por Cima e Pix SOS RS, ambos do Governo do Rio Grande do Sul, se encerra nesta terça-feira (9). A Prefeitura de Lajeado realiza os cadastros no Centro Especial de Apoio aos Atingidos pelas Cheias (Ceapac), que fica localizado na Avenida Benjamin Constant, 420. O horário de atendimento do Ceapac é de segunda a quinta-feira, das 8h às 11h30 e das 13h30 às 16h45, e na sexta-feira, das 8h às 14h, sem fechar ao meio-dia.

Para realizar o cadastro é necessário levar os documentos de identificação com CPF de todos os membros da família, comprovante de endereço em nome da pessoa beneficiada (ou com uma declaração de que a pessoa reside no local) e comprovante de renda (se tiver).

Programa Volta por Cima

O programa Volta por Cima destina R$ 2,5 mil para famílias desabrigadas ou desalojadas pelas enchentes de maio, que atendam todos os requisitos abaixo:

– Ter Cadastro Único atualizado;

– Ter renda mensal (por pessoa da família) de até R$ 218,00;

– Ter sido desabrigada ou desalojada em razão das cheias entre 01/01/24 a 31/05/24;

– Residir em município com decreto de situação de emergência ou calamidade.

Conforme o governo do Estado, o valor do Volta por Cima é creditado diretamente no Cartão Cidadão da pessoa de referência de cada família. Para quem não possui o cartão, o documento será emitido automaticamente, podendo ser retirado na agência do Banrisul designada na sua cidade a partir de 4 de julho. Quem recebe o Volta por Cima não recebe o Pix SOS RS.

Programa Pix SOS RS

Para ser contemplada pelo programa com R$ 2 mil, a família deve atender os quatro requisitos abaixo:

– Ser desabrigada ou desalojada pela enchente mas já ter retornado para sua casa;

– Estar inscrita no Cadastro Único ou no Cadastro Nacional da Agricultura Familiar (CAF);

– Não ter sido beneficiadas pelo programa Volta por Cima;

– Ter renda familiar de até 3 (três) salários mínimos, sendo renda per capita (por pessoa) de, no máximo, um salário-mínimo (R$ 1.412).

Quem já se inscreveu e ainda não retirou o cartão, deve se encaminhar à agência da Caixa da rua Júlio de Castilhos, número 1.029, no Centro.

Auxílio Reconstrução até o dia 12 de julho

O prazo final para cadastro de pessoas atingidas pela enchente no benefício Auxílio Reconstrução, do Governo Federal, é esta sexta-feira (12). Os cadastros também são realizados no Ceapac e não precisam de agendamento prévio.

Quem ainda não realizou o cadastro deve levar documentos de todos os integrantes da família (com CPF) e comprovante de residência (foto de comprovante de luz, água, IPTU ou declaração da Agente de Saúde) em nome do responsável familiar.

O benefício de R$ 5,1 mil (Auxílio Reconstrução) é pago para apenas um responsável por família e que a tentativa de fraude pode gerar processo criminal. Assim, se alguém da sua família já fez o cadastro, não é permitido que outra pessoa faça.

Os atingidos que já realizaram o cadastro devem consultar o andamento do processo no site Gov.br com o CPF do responsável pela família. Se o processo estiver com o status “Em processamento” ou “Em análise” o cadastro já está validado para análise dos dados por parte do Governo Federal.

Caso o cadastro não apareça no site do Governo Federal, é preciso procurar o Ceapac para revisão dos dados. AI/RC

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui