Preços dos alimentos no mundo caem pelo 2º mês seguido, diz FAO

Índice de julho reflete quedas de preços dos cereais, óleos vegetais e laticínios, mas ainda acumula alta de 30% em um ano


0

Os preços dos alimentos no mundo diminuíram pelo segundo mês consecutivo em julho, refletindo quedas nos cereais, óleos vegetais e laticínios, mas permaneceram em alta de cerca de 30% ante o ano passado, apontou a agência de alimentos das Nações Unidas nesta quinta-feira (5).

O índice de preços dos alimentos da Organização para a Alimentação e Agricultura (FAO), que monitora os preços internacionais das commodities alimentícias mais negociadas globalmente, registrou média de 123 pontos no mês passado, em comparação com 124,6 em junho. Na comparação anual, os preços aumentaram 31% em julho. O índice da FAO, com sede em Roma, havia caído em junho pela primeira vez em um ano, marcando uma pausa nas altas em commodities agrícolas alimentadas por quedas nas colheitas e pela demanda alimentada pela China.

O índice de preços dos cereais da FAO caiu 3% em julho em relação ao mês anterior, devido a uma queda de 6% nos preços do milho.

Fonte: Reuters


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui