Prefeito considera 140 pessoas já contaminadas com o coronavírus em Lajeado

Em entrevista ao Faixa Extra, Marcelo Caumo (PP) disse ainda que o comércio do município seguirá fechado, pelo menos, até o dia 3 de abril.


0

Todas as pessoas que tiveram contato com pacientes positivos de coronavírus em Lajeado são consideradas infectadas com a doença. A informação é do prefeito Marcelo Caumo (PP), em entrevista ao novo programa do Grupo Independente, Faixa Extra, lançado na noite desta quarta-feira (25) para falar sobre a Covid-19. Na estimativa do prefeito, são, pelo menos, 140 portadores do vírus. “Se um grupo teve contato com o contaminado nós estamos considerando todos os integrantes do grupo como caso positivo do coronavírus. Estamos trabalhando com mais de 140 casos já”.


ouça a entrevista


 

Lajeado tem, até a noite de hoje, cinco casos positivos para o vírus, testados no Laboratório Central do Estado (Lacen). A rede de contatos dessas pessoas foi mapeada para que a prefeitura pudesse chegar no número de 140 contaminados. Estas pessoas foram contatadas pela Vigilância Epidemiológica do município. “Receberam orientação, estão em isolamento e recebendo tratamento”, acrescentou Caumo.

Na entrevista, o prefeito ainda criticou o número escasso de exames à disposição dos municípios gaúchos. Caumo revelou que esse assunto foi tratado em videoconferência com o governador Eduardo Leite (PSDB), na tarde de hoje, e mais 25 prefeitos gaúchos – entre eles o de Lajeado. Para a próxima semana o governador prometeu liberar testes rápidos aos municípios, a fim de facilitar a detecção do vírus.

Comércio

Questionado a respeito do comércio local, que está com as portas fechadas desde as 22h da última sexta-feira (20) – via decreto municipal – o prefeito Caumo disse que os serviços não essenciais deverão seguir fora de funcionamento, pelo menos, até o dia 3 de abril. A data consta em decreto estadual que aborda o assunto.

“É uma das regras que constam no decreto estadual, dizendo que a regra estadual se sobrepõe às regras dos municípios”, explicou. Sendo assim, Lajeado é obrigado a cumprir a determinação. Ainda nesta semana deve ocorrer novo encontro da Associação dos Municípios do Vale do Taquari (Amvat) para que o tema seja debatido. Em decisão conjunta, o comércio de todo o Vale foi paralisado. Seguem abertos apenas essenciais, como supermercados, farmácias e postos de combustíveis.

Por fim, Caumo revelou que medidas para retomar a economia quando o coronavírus passar deverão ser pensadas em breve. As alternativas serão debatidas pelos integrantes do Grupo de Contingenciamento e Acompanhamento do Coronavírus – Lajeado, que fazem reuniões diárias para tratar da evolução da pandemia.

Texto: Natalia Ribeiro / jornalismo@independente.com.br

Assista ao vídeo do prefeito após conferência com Leite

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui