Prefeito de Estrela espera aprovação da reforma administrativa na primeira sessão ordinária de 2021

Vereadores do município se reúnem nesta segunda-feira (4). Chefe do Executivo defende redução de secretarias e gastos públicos.


0
Novo chefe do Executivo avalia documentos e situação do município para dar andamento nos trabalhos (Foto: Gabriela Hautrive)

Empossado na última quinta-feira, dia 31, o novo prefeito de Estrela, Elmar Schneider (PTB), e seu vice, João Carlos Schäfer, iniciaram nesta segunda-feira (4) o mandato a frente do Poder Executivo municipal. Nas primeiras horas da manhã, Schneider se reuniu com setor jurídico da prefeitura e secretários para tomar conhecimento dos processos e dar continuidade ao trabalho deixado por Carlos Rafael Mallmann (MDB).


ouça a reportagem

 


Uma das prioridades do prefeito é a aprovação de uma reforma administrativa através de mudanças na Lei de Diretrizes Orçamentária (LDO) 2021, projeto que tem previsão de ser apreciado já na noite desta segunda-feira pelos vereadores na primeira sessão ordinária do ano. “Nas eleições todas as candidaturas de Estrela se comprometeram em diminuir a máquina pública, com esse projeto da LDO para redução do orçamento neste ano”, relata.

Prefeito de Estrela, Elmar Schneider, do PTB (Foto: Gabriela Hautrive)

A reforma administrativa ainda prevê redução nas secretarias, de onze para oito, e diminuição em outros gastos públicos, mas ainda sem valores exatos, segundo o prefeito. “A diminuição em valores, até então é um gesto, porque representa vários motoristas que serão usados em secretarias que faltam profissionais, também há questões de diárias, deslocamento, cursos, envolve muitas coisas, então o valor final é muito grande.”

Pelo fato de 2020 ter sido um ano atípico, não somente por conta da pandemia, mas também pela enchente e estiagens, Schneider entende que as reduções nos gastos se tornam ainda mais importantes. “O serviço que nós vamos entregar a comunidade deve ser com muita qualidade, o contribuinte cansou, não aguenta mais pagar essa conta”, destaca.

Economicamente, o chefe do Executivo avalia que a pandemia ainda vai longe, e para dar andamento aos projetos é preciso aprovação da alteração na LDO. O prefeito deve se reunir com presidente da Câmara, Ernani Luís De Castro (MDB), para tratar sobre o assunto antes da sessão.

“Com toda tranquilidade espero que a votação na Câmara Municipal de Vereadores seja aprovada para que possamos iniciar o ano com um novo orçamento, uma máquina pública reduzida”, destaca. Schneider ainda acrescenta que além da redução de gastos outros três pilares são fundamentais em sua gestão: Desenvolvimento Econômico, Desenvolvimento Social e sustentabilidade. “Isso é fundamental na vida de todos”, pondera.

No dia 31 de dezembro Rafael Mallmann (ex-prefeito) entregou, de forma simbólica, a chave de Estrela para Elmar Scheider (Foto: Gabriela Hautrive)

Novos secretários

Os novos secretários empossados em Estrela são Roberto Arenhart (Administração); Celso Kaplan (Saúde); Douglas Jáco Sulzbach (Agricultura); Elisângela Mendes (Educação); Verno Arend (Desenvolvimento, Inovação e Sustentabilidade); Rodrigo Kich (Fazenda); João Carlos Schäfer (Esporte Lazer e Meio Ambiente) e a pasta de Cultura e Turismo seguirá com Carine Schwingel. “Formamos uma equipe que tecnicamente é muito boa”, completa o prefeito.

Texto: Gabriela Hautrive
reportagem@independente.com.br

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui