Prefeitos do G-17 projetam turismo como ferramenta de desenvolvimento

Encontro do grupo de municípios ocorreu durante o lançamento do livro que conta a história de Vespasiano Corrêa


0
Foto: Rodrigo Nascimento / F5 Digital

O encontro mensal dos municípios do G-17, formado pelos prefeitos da região alta do Vale do Taquari, destacou a importância do turismo para a região. A Rota do Pão e Vinho, que liga o Vale a Santa Teresa, é o pontapé inicial para o crescimento do segmento na microrregião. O evento ocorreu nesta sexta-feira (18), durante o lançamento do livro que marca as comemorações dos 25 anos de Vespasiano Corrêa, no CTG Seu Chico, na área central do município.

O coordenador do G-17, prefeito de Doutor Ricardo, Álvaro José Giacobbo, confirma que a Rota do Pão e Vinho, que liga Anta Gorda a Santa Teresa, na Serra Gaúcha, é uma das iniciativas que mobiliza o grupo. “Estamos estruturando a nossa organização, e esta rota já é um dos principais projetos do nosso consórcio”, conta.

Durante o lançamento do livro “De Esperança a Vespasiano Corrêa, seu povo suas memórias”, da Editora Univates, o coordenador disse que o G-17, é resultado da ampliação de outro consórcio, o G-10. A fusão agora reúne toda a região alta do Vale do Taquari. “O objetivo é dar voz e representatividade aos nossos municípios, em projetos coletivos, especialmente na área do turismo.”

O roteiro destacado pelo coordenador já começou a sair do papel. A primeira fase da obra de asfaltamento dos 22 quilômetros entre Santa Teresa e Muçum já foi autorizado. Orçado em R$ 48 milhões, o trecho inicial já tem R$ 10 milhões garantidos do governo do Estado. Ao todo, o projeto prevê a pavimentação de 62 quilômetros, ligando Anta Gorda a Santa Teresa. Além da reunião dos prefeitos, ocorreu também o encontro de primeiras-damas.

Foto: Rodrigo Nascimento / F5 Digital

Livro conta história da Linha Esperança

Escrito para marcar os 25 anos de emancipação política de Vespasiano Corrêa, comemorados em 2020, o livro “De Esperança a Vespasiano Corrêa, seu povo, suas memórias”, foi lançado nesta sexta-feira, 18.

Segundo o prefeito Tiago Manoel Ferreira Michelon, a publicação narra a história de Linha Esperança, distrito de Muçum, contando as fases da colonização até a emancipação e os primeiros 25 anos do município. “Todos os prefeitos devem investir no lançamento de livros para resgatar a história de suas comunidades. Estamos muito felizes com este projeto”, disse Michelon.

O livro, que foi feito pela Editora Univates, conta com apoio da Lei de Incentivo à Cultura (LIC), por meio da Secretaria Estadual de Cultura. A titular da pasta Beatriz Araújo confirma a importância da publicação. “Uma obra como essa resgata a história, mas também todo o afeto contido na construção da identidade de uma comunidade. Projetos como este nos deixam muito felizes”, pontua.

O livro será distribuído à comunidade e também está disponível para download no site do projeto. O endereço para baixar o livro é o www.deesperancaavespasiano.com.br. O download é grátis. O projeto de pesquisa foi financiado pela LIC, com o patrocínio da Ciamed, Cerfox e Dimaci. A coordenação foi da Associação dos Amigos dos Moinhos do Vale do Taquari. AI/RS

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui