Prefeitos do G-8 discutem conclusão da central de triagem de resíduos sólidos

A conclusão da obra depende de vistoria técnica da Fundação Nacional de Saúde


0
Foto Divulgação/Misael Kotz

A conclusão da central de triagem de resíduos sólidos em Progresso pautou reunião mensal do Consórcio Público Intermunicipal para Assuntos Estratégicos do G8 (Cipae-G8). O encontro ocorreu na quinta-feira (6), em Progresso. Conforme o presidente do consórcio, prefeito de Cruzeiro do Sul, João Henrique Dullius, a conclusão da obra depende de vistoria técnica da Fundação Nacional de Saúde (Funasa). Mais de 70% da sede administrativa e 47,25% do espaço físico da central foram executados.

Conforme a assessoria do consórcio público, pelo projeto inicial, a próxima etapa requer investimento de R$ 931 mil, recurso já disponibilizado pela fundação. A morosidade nas etapas de aprovação do projeto e o aumento de custos fizeram a empresa desistir da obra. O próximo passo dos prefeitos da microrregião é acionar deputados para marcar audiência na Funasa. O convênio com a Funasa para construção da central de triagem de resíduos sólidos – no distrito de Campo Branco, interior de Progresso – foi assinado ainda em 2013. As obras iniciaram efetivamente em meados de 2017 e não foram concluídas./AI/LF.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui