Prefeitos do Vale cobram eficiência no atendimento da RGE

Em encontro realizado na sede da empresa, em São Leopoldo, companhia estabeleceu como prazo até fim do mês de abril para a apresentação de um plano de ação para solução dos problemas


0
Foto: Divulgação

Prefeitos do Vale do Taquari participaram de uma audiência com o presidente da RGE, Marco Antonio Villela de Abreu, na sede da companhia, no município de São Leopoldo. O tema da reunião foi o reiterado problema de falta de energia em vários municípios da região. O prefeito Tiago Manoel Ferreira Michelon, de Vespasiano Corrêa, foi acompanhado dos prefeitos de Colinas, Doutor Ricardo, Estrela e Encantado – todos municípios que registram vários problemas com falta constante de energia.

A reunião foi convocada pela empresa. O presidente da RGE assumiu, perante os prefeitos, o compromisso de apresentar um plano de trabalho de curto prazo, até o fim do mês de abril, e um de médio prazo até fim do ano, para que seja feita a manutenção das redes que mais dão problemas. “Foi uma conversa mais incisiva, pois os prefeitos pediram solução. Todos nós estamos cansados de diálogo, precisamos ação, precisamos que a RGE nos mostre realmente que querem solucionar o problema. O consumidor está cansado de ver os problemas acontecerem e a companhia de energia não agir”, destaca o chefe do Executivo vespasianense.

O grupo de gestores municipais engrossou o coro, pedindo um olhar mais humanizado da RGE para com os consumidores da região. “É preciso entender que nós, municípios menores, temos uma vasta produção agropecuária. Nossos prejuízos são enormes e as pessoas acabam recorrendo ao prefeito, porque a RGE por muitas vezes não dá se quer resposta”, pontua Michelon.

Villela de Abreu comprometeu-se a “virar a página”, dando início a um novo ciclo de parceria com os municípios. “De nossa parte, dos prefeitos, estaremos a disposição para qualquer ação que possa beneficiar nossas comunidades, aguardaremos os próximos dias as equipes aparecerem para dar início a esse plano de trabalho”, argumenta o prefeito de Vespasiano Corrêa.

Segundo a RGE, além dos investimentos necessários para manutenção das redes, é necessário que se faça um trabalho conjunto para retirada de vegetação da rede, sendo necessária uma ação coletiva para rodadas e limpeza da vegetação. “Deste modo, todos os prefeitos se disponibilizaram em ajudar com equipes, máquinas e inclusive mobilizar as comunidades para fazer de forma coletiva essa limpeza”, complementa Michelon. AI/CS

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui