Prefeitos terão mais autonomia com o novo sistema de gestão da pandemia, concordam gestores da Famurs e Amvat

Para Maneco e Kohlrausch novo sistema precisará ser estudado para posterior mudanças no regramento


0

Entrou em vigor neste domingo (16), um novo sistema de indicadores de risco que estabelece apenas parâmetros mínimos para prevenir o contágio por Covid-19. A partir de agora, a eventual proibição no funcionamento de lojas, bares ou quaisquer outras empresas será definida pelos municípios.


ouça a entrevista 

 


O conjunto de regras substitui o modelo de bandeiras vigente há um ano, no qual havia 11 indicadores que apontavam o grau de risco em cada região. Agora, passam a ser apresentados boletins diários sobre a situação em cada uma das 21 regiões do Estado, averiguando também a cobertura vacinal.

Assessor Jurídico de Santa Clara do Sul, Juliano Heisler, e o prefeito Paulo Kohlrausch no estúdio da Rádio Independente. Maneco participou por telefone (Foto: Rodrigo Gallas)

Em entrevista ao programa Panorama da manhã desta segunda-feira (17), o presidente da Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs), Emanuel Hassen de Jesus, o maneco, e o presidente da Associação dos Municípios do Vale do Taquari (Amvat) e prefeito de Santa Clara do Sul, Paulo Kohlrausch, concordaram que o novo modelo oferecerá mais autonomia aos municípios.

No entanto, dizem que ainda é cedo para definir regras mais brandas nos municípios, pois ainda não houve tempo para absorver todas informações divulgadas na sexta-feira (14), quando foi anunciado o novo modelo de gestão da pandemia.

Leia também:


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui