Prefeitura de Bom Retiro do Sul apresenta IPTU Social e Refis Social

Contribuintes vão poder quitar sua dívida ativa com descontos de até 95%, e ter isenção parcial no Imposto Predial e Territorial Urbano


0
Lançamento dos programas ocorreu na tarde desta quinta, na prefeitura de Bom Retiro do Sul (Foto: Caroline Silva)

Uma boa notícia para a comunidade de baixa renda do município de Bom Retiro do Sul: foram apresentados nesta quinta-feira (25) dois programas sociais de origem do governo municipal, o Refis Social e o IPTU Social. Ambos têm por objetivo auxiliar as famílias carentes com os impostos do município.

A secretária de Assistência Social e Habitação, Danielle Guimarães Nascimento, explica que a pasta percebeu a necessidade da criação desses dois programas em conversa com a comunidade. “As pessoas colocavam suas dificuldades e muitas delas eram com os tributos com nosso município, por estarem passando por algum momento difícil”, conta.

Secretária de Assistência Social e Habitação, Danielle Guimarães Nascimento (Foto: Caroline Silva)

Ela fala que o Refis Social pretende facilitar o contribuinte a quitar suas dívidas com a prefeitura. Hoje a divida ativa chega aos R$ 5.000.000, sendo boa parte da população de baixa renda. “O Refis é para aquelas pessoas que têm alguma divida ativa com o município, com parcelas de até 72x e descontando a multa e juros em até 95%”, ressalta.

O secretário da Fazenda, Rodrigo Rodrigues, explica que o IPTU Social vai oferecer a isenção parcial. “Ele vai reduzir em 50% o IPTU da pessoa, mas precisa ser renovado todos os anos”, declara.

Secretário da Fazenda, Rodrigo Rodrigues (Foto: Caroline Silva)

O prefeito Edmilson Busatto comemora a criação dos projetos, e fala que o dinheiro que entrará aos cofres públicos retornará a população.

“Sabemos que existem muitos problemas econômicos e temos um percentual bem significativo de população de baixa renda, então é importante para as pessoas que gostam de estar em dia com suas contas, e o outro fator é de trazer recursos para os cofres públicos. Todo dinheiro que entrar será devolvido em forma de serviços”, garante.

Prefeito Edmilson Busatto (Foto: Caroline Silva)

Ambos os programas começam a valer a partir de janeiro de 2022.

Texto: Caroline Silva
jornalismo@independente.com.br

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui