Prefeitura de Cruzeiro do Sul planeja amplo projeto de restauração e revitalização da Casa do Morro

Em mente está a restauração interna e externa para que contemplem, entre outras coisas, a construção de um deck e uma cafeteria


0
Foto: Arquivo / Divulgação

De olho nos reflexos positivos para o turismo, a Prefeitura de Cruzeiro do Sul planeja um amplo projeto de revitalização e restauração da Casa do Morro, uma demanda antiga da comunidade. Num primeiro momento, a administração municipal, com verba própria, pretende finalizar uma reforma iniciada ainda em 2014 após a queda de uma parte do telhado. Após isso, deve ser transferida para o espaço a Secretaria Municipal de Educação. A pasta deve ficar lá por um período para dar maior movimento ao local.


ouça a entrevista

 


Essa reforma interna deve começar nos próximos dez dias, e até o final do ano é esperada a conclusão do trabalho e a transferência da secretaria. O município tem como data-base o dia 22 de novembro, seu aniversário.

Em paralelo, a prefeitura está em busca de parcerias e de emendas parlamentares para tirar do papel uma ideia mais ampla para o futuro, para ser executada em um prazo maior. Em mente está a restauração das partes internas e externas para que contemplem, entre outras coisas, a construção de um deck e uma cafeteria. Porém, sem alterar muito o desenho, pois a Casa do Moro é tombada como patrimônio histórico do município.

Aline Moreno, coordenadora de Turismo, e o prefeito de Cruzeiro do Sul, João Dullius, compartilham a proposta de revitalização da Casa do Morro (Foto: Tiago Silva)

Os valores do projeto ainda são discutidos internamente. “Assim que a gente fizer esse levantamento, imediatamente iniciaremos as obras”, explica Aline Moreno, coordenadora da Indústria, Comércio e Turismo de Cruzeiro do Sul.

“É o momento de darmos o pontapé, aí vai surgindo várias ideias, vai surgir outras pessoas que comprem essa ideia. Eu pego o modelo do Cristo Protetor de Encantado: o prefeito levantou essa ideia e veio outros investidores, e agora está sendo concluída”, observa o chefe do Executivo de Cruzeiro do Sul, João Dullius. “No momento que a gente começar a mexer nisso, a população vai se empolgar e pegar junto”, acredita.

“Agora é a hora, o momento é esse. Todo mundo focado na parte turística do Vale, e isso abriu os nossos olhos”, ressalta Aline. Ela lembra da parceria com a Associação dos Municípios de Turismo da Região dos Vales (Amturvales). A entidade está montando um plano de divulgação dos pontos de destaque da região, com resgate histórico.

“A nossa Casa do Morro é incrível. A nossa casa, por ser uma construção de 1868, está em condições muito melhor do que a gente viu em outras porque ela foi construída com pedras, e não de madeira como era. Ela está em condições muito melhores e temos condições de deixar ainda melhor para termos como receber esses turistas que o Vale receberá daqui para frente”, estima.

Texto: Tiago Silva
web@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui