Prefeitura de Estrela cobra medidas da Aneel para resolver problemas no fornecimento de energia elétrica no município

A administração alerta que a falha na prestação de serviços vem prejudicando, em especial, os agricultores


0
Foto: Divulgação

A Procuradoria da Prefeitura de Estrela enviou, nesta quarta-feira (30), ofício para Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). O documento solicita medidas de fiscalização intensiva por parte da agência reguladora sobre empresa RGE Distribuidora de Energia, que atende ao município, e que voltou a ser alvo de reclamações por parte de clientes, insatisfeitos com os recorrentes problemas na prestação dos serviços, entre eles o fornecimento de energia elétrica e a falta de manutenção da rede. Não há um prazo para a Aneel se manifestar sobre a demanda.

No ofício, a administração alerta que a falha na prestação de serviços vem prejudicando, em especial, os agricultores, que têm acumulado prejuízos. Ainda de acordo com o documento, as redes elétricas em diversas áreas do município, principalmente na zona rural, encontram-se em situação precária.

Muitos dos postes que hoje realizam a sustentação da rede elétrica ainda são de madeira, ficando expostos à ação do tempo, apresentando putrefação da madeira por agentes biológicos e rachaduras, e sendo que muitos também encontram-se em posição de sustentação passível de queda em razão das chuvas e ventos. A prefeitura embasa a reivindicação, citando a intempérie do dia 5 de junho, quando alguns bairros ficaram por mais de 24 horas sem energia e outras localidades rurais por mais 60 horas.

Em anexo à ação, foram enviadas notícias jornalísticas que comprovam o contexto, bem como laudos técnicos. No último dia 10, a administração municipal já obteve decisão favorável em demanda encaminhada ao Poder Judiciário da Comarca de Estrela, que acolheu a ação civil pública movida contra a RGE , solicitando à concessionária o restabelecimento da energia em prazo máximo de 24 horas, sob pena de multa diária de R$ 15 mil. AI/LF

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui