Prefeitura de Estrela ingressa com Ação Civil Pública contra decisão judicial

Prefeito em Exercício de Estrela, João Carlos Schäfer disse que cogestão é necessária e que as decisões devem ser tomadas pelos municípios


1
Prefeito em Exercício de Estrela, João Carlos Schäfer (Foto: divulgação)

O Governo de Estrela ingressou, na manhã deste sábado (20), na Ação Civil Pública movida por entidades sindicais, na condição de Amicus Curiae, em defesa da cogestão.

A medida foi tomada após uma liminar suspender o retorno da cogestão, anunciada pelo Governador Eduardo Leite, que já estava programada para a semana que vai se iniciar e que permite, entre outras medidas, a flexibilização das restrições da bandeira preta.

O prefeito em Exercício de Estrela, João Carlos Schäfer, comentou a decisão. “A cogestão é necessária. É aqui no nosso município que as coisas acontecem e aqui que as decisões devem ser tomadas”, diz. “Entendemos que o momento requer muita responsabilidade e precisamos de muita cautela, mas também entendemos de que não é o comércio e os prestadores de serviços os culpados pela propagação do vírus”, frisa. “Sem dúvidas a saúde e as vidas das pessoas devem ser prioridade, mas juntos com todos os cuidados necessários também vamos cuidar da nossa economia. Continuem usando máscara, higienizando as mãos e evitando aglomerações”, completa.AI/CS

1 comentário

  1. Parabens Prefeito, Precisamos trabalhar, o comércio não e responsável pela crise.
    Caso venham fiscalizar, entrego as chaves, boketos e guias de impostos a quem pediu e a quem decidiu isto.
    Entidades que pefiram a continuidade tem seu salario garantido.
    Daqui a pouco nos negamos a pagar impostos (que pagam seus salários sem trabalhar) ai a conta chega pra voces.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui