Prefeitura de Estrela instalará aparelhos sanitizantes em escolas municipais

Parceria com empresa estrelense garantiu aquisição de 280 aparelhos, que serão distribuídos nas 21 escolas do município.


0
Mauro Santos Filho (e), CEO da Medical San, relatou ao prefeito Elmar Schneider (c) e secretários municipais os benefícios do aparelho (Foto: Rodrigo Angeli/Prefeitura de Estrela)

A Prefeitura de Estrela firmou, nesta quinta-feira(4), uma parceria com empresa estrelense Medical San. Com isso, 280 aparelhos geradores de ozônio irão ser instalados em todas as salas de aula e outros espaços comuns das 21 escolas municipais. O Ozonyx, que já está presente em todo o país, tanto em escala pública como privada, realiza a sanitização de ambientes. Os aparelhos são capazes de eliminar vírus, bactérias e fungos do ar, tornando espaços fechados mais higienizados, salubres e seguros, o que corrobora na investida contra a pandemia.

Na reunião que firmou a parceria, estiveram presentes o prefeito, Elmar Schneider, os secretários municipais de Educação, Elisângela Mendes, e da Fazenda, Rodrigo Kich e o CEO da Medical San, Mauro Santos Filho. Na ocasião, o representante da empresa deu detalhes do avanço que será dado no sentido da sanitização dos espaços, o que é fundamental no processo de bloquear a pandemia. “O ato de investir em tecnologia cientificamente comprovada fortalece a proposta desta gestão pública, gerando uma segurança maior em todos os públicos envolvidos com o retorno das aulas, tanto professores, pais, funcionários e alunos poderão usufruir de um ambiente mais salubre através da oxi-sanitização”, afirma. No início da semana os aparelhos começarão a ser entregues nas escolas, cujas equipes receberão orientações técnicas para seu correto uso.

O desenvolvimento da linha Ozonyx é o resultado de um trabalho de quase duas décadas de pesquisas e testes realizados pelo engenheiro Alberto Valdameri, em parceria com o Parque Tecnológico da Univates (Tecnovates) e outras esferas. “Os geradores de ozônio para oxi-sanitização são tecnologias que transformam oxigênio (O²) em ozônio (O³).

Com alto poder oxidante e germicida, o elemento atua na destruição da parede celular de bactérias, fungos, vírus e protozoários, os eliminando, melhorando a qualidade do ar e diminuindo as chances de contaminação”, explica o engenheiro Valdameri. “A parceria entre Medical San, a Univates, a empresa Alvap e a Unicamp de Campinas permitiu a realização de muitos estudos e testes sobre a eficiência do ozônio em suas diferentes utilizações. É um desinfetante viável e ambientalmente correto, o que garante a segurança microbiológica, o que foi comprovado”, atesta.

O atendimento administrativo nas escolas da Rede Municipal de Educação foi retomado nesta quarta-feira (03). O cronograma de retorno dos alunos está sendo elaborado pelas equipes diretivas das escolas, e ocorrerá partir do dia 08 para as crianças da Educação Infantil; e do dia 22 para os estudantes do Ensino Fundamental e da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Até essas datas, todas as salas de aula e outros espaços de uso comum como bibliotecas e refeitórios já estarão equipados com os aparelhos. “Do berçário ao 9º ano, assim como no EJA. Todos os ambientes escolares contarão com essa importante tecnologia que vem, junto aos demais cuidados que estão sendo adotados e serão exigidos, a combatermos a Covid-19. Queremos permitir um retorno às aulas ainda mais seguro e tranquilo para todos”, destaca a secretária Elisângela Mendes. AI/VM

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui