Prefeitura de Lajeado distribui máscaras caseiras gratuitamente em três pontos

O item pode ser retirado na Farmácia-Escola e nos postos de saúde dos bairros Jardim do Cedro e Santo Antônio.


0
Foto: Luís Fernando Wagner

Passou a vigorar nesta sexta-feira (24) o decreto que obriga o uso de máscara caseira em Lajeado. Pessoas que circularem em espaços públicos e privados devem adotar a medida de prevenção visando reduzir os riscos de contaminação pelo novo coronavírus. Para quem não tem condições de comprar o item, que no comércio custa R$ 10 em média município, a prefeitura distribuirá o equipamento gratuitamente.

Um dos pontos de retirada das máscaras de pano gratuitas é a Farmácia-Escola, situada na Rua Júlio de Castilhos, no Centro. “Recebemos cerca de duas mil máscaras e nesta manhã já distribuímos 10% deste total. Só faço a ressalva de que somente retirem a máscara aqueles que realmente precisarem”, comenta o responsável técnico pela repartição, José Luís Soares.

Os outros dois pontos de retirada são os Postos de Saúde dos bairros Jardim do Cedro e Santo Antônio. O uso da máscara já estava recomendado desde a semana passada por meio do Decreto Municipal. Num primeiro momento, serão ofertadas 25 mil máscaras.

A partir de agora, será exigido o uso da máscara do tipo caseiro (prioritariamente de tecido algodão) em todos os espaços de uso comum, públicos e privados (como áreas condominiais ou em que haja compartilhamento com outras pessoas), incluindo as vias públicas e transporte de qualquer tipo (ônibus, táxi, aplicativo).

Caso não sejam acatadas as recomendações emitidas pelos órgãos de fiscalização, o infrator estará sujeito à aplicação das sanções previstas na legislação, inclusive civis e penais. Já empresas interessadas em fornecer máscaras podem se credenciar para entregar o produto. O valor a ser pago pela Prefeitura por cada máscara é de R$ 3,70. AI/RC/LF

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui