Prefeitura de Lajeado e Hospital Bruno Born têm aval e vão solicitar criação de nova UTI Pediátrica para região

O objetivo é reformar uma área que está desocupada no hospital para transformá-la em uma UTI Pediátrica


0
Foto: Francini Ledur / Divulgação

Uma reunião virtual realizada na tarde desta segunda-feira resultou no aval ao município e ao Hospital Bruno Born para que solicitem a criação da nova UTI Pediátrica para a região. O encontro solicitado pelo município contou com a presença do prefeito Marcelo Caumo, da vice-prefeita, Gláucia Schumacher, do secretário municipal da Saúde, Cláudio Klein, do diretor executivo do Hospital Bruno Born, Cristiano Dickel, e também do senador Luis Carlos Heinze, do secretário executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz, da técnica da Coordenação de Atenção Hospitalar e Domiciliar do Ministério da Saúde (MS), Claudia Cristina, e da diretora do Departamento de Assistência Hospitalar e Ambulatorial da Secretaria Estadual da Saúde (SES), Lisiane Fagundes.

Cristiano falou do interesse do hospital em instalar uma nova UTI Pediátrica após a antiga estrutura ter sido fechada no final de junho em razão de ser uma UTI mista, que atendia pacientes neonatais e pediátricos — situação não mais permitida pela legislação.

“Nosso objetivo é reformar uma área que está desocupada no hospital para transformá-la em uma UTI Pediátrica que atenda a legislação, podendo ter de 8 a 10 leitos e apta a atender pacientes de toda a região. Acreditamos que, uma vez aprovado o projeto, podemos executar o projeto em até seis meses”, disse Cristiano na reunião.

De acordo com Lisiane, representando a SES, o Estado tem interesse em aprovar estes leitos, uma vez que há necessidade deste tipo de atendimento na rede. Para isso, segundo ela, basta o município e o hospital inscreverem o projeto de criação da nova UTI, informando os recursos necessários para a obra e os equipamentos. Após avaliação da SES, que inclui análises técnicas. documentais e questões sanitárias e de adequação dos espaços, o Estado aprova a demanda e encaminha o processo para solicitar a habilitação dos leitos pelo MS. O ministério avalia a demanda para então aprovar o pedido de inclusão dos leitos no sistema do SUS para custear sua manutenção.

“Foi uma reunião muito produtiva em que tanto Secretaria Estadual da Saúde quanto Ministério da Saúde concordaram com a necessidade de termos estes leitos em nossa região. Desta forma, vamos encaminhar os pedidos o quanto antes para que possamos voltar a contar com este serviço no menor prazo possível. Ficamos muito felizes e aliviados por poder encaminhar este atendimento que é para as nossas crianças”, disse o prefeito Marcelo Caumo.

Conforme o projeto preliminar do HBB, a instalação da nova UTI Pediátrica tem um custo estimado de R$ 1.750.000,00 para as obras de reformulação do espaço, outros R$ 1.550.000,00 para aquisição dos equipamentos necessários e, posteriormente, recursos no valor de R$ R$ 400.000,00 para custeio (manutenção, ou seja, recursos para pagamento de salários dos profissionais e dos insumos e medicamentos utilizados) dos leitos a serem criados.

Agora, município e hospital darão encaminhamento aos pedidos e à documentação necessária para a obra e aquisição dos equipamentos, por meio de um sistema específico de solicitações do ministério, e, paralelamente, ao pedido de habilitação dos leitos.

Fonte: Prefeitura de Lajeado

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui