Prefeitura de Porto Alegre fecha acordo com o governo do Estado para a volta às aulas

O acordo entre prefeitura e Palácio Piratini se deu em uma reunião no Ministério Público do Rio Grande do Sul (MP-RS).


0
Foto: Claiton Dornelles /JC

Após uma queda de braço com o governo do Estado, tendo de lidar com a rebeldia do Colégio Militar que anunciou a volta às aulas presenciais fora do calendário oficial, a prefeitura de Porto Alegre anunciou nesta terça-feira (29) um acordo com o governo do Estado que definiu as datas de retorno das aulas presenciais na Capital.

Assim, a partir da próxima segunda-feira, 5 de outubro, estarão autorizadas a reiniciar as aulas a Educação Infantil, o terceiro ano do Ensino Médio, o ensino profissionalizante e a educação de jovens e adultos (EJA). No caso da EJA na rede municipal, ainda que autorizada, o retorno deverá ocorrer a partir do dia 19 de outubro. O acordo entre prefeitura e Palácio Piratini se deu em uma reunião no Ministério Público do Rio Grande do Sul (MP-RS) realizada na segunda-feira (28) e mantém o cronograma inicial apresentado pela prefeitura no dia 14 de setembro.

Pela proposta inicial, a Educação Infantil retornaria a partir de 28 de setembro para alimentação, atividades de apoio e adaptação, o que, de fato ocorreu. Em 5 de outubro, estão autorizadas a atender as escolas de Educação Infantil, 3º ano do Ensino Médio, educação profissional e EJA.

A partir de 13 de outubro, ficam liberadas as refeições e atividades de apoio em todas as outras escolas. Já o Ensino Fundamental 1 e a Educação Especial têm retorno previsto para o dia 19 de outubro. No caso do Ensino Fundamental 2, e 1º e 2º anos do Ensino Médio, a volta dos estudantes às salas de aula deve ocorrer em 3 de novembro.

Fonte: Jornal do Comércio

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui