Prefeitura de Teutônia emite nota sobre morte por Covid-19; família contesta informação


0
Foto: Reprodução / Freepik

A Prefeitura de Teutônia confirmou o primeiro óbito por novo coronavírus no município neste sábado (27). A mulher de 83 anos, morreu às 8h24 de sexta-feira (26), no Hospital Ouro Branco, onde estava internada desde o sábado retrasado (20), sendo que, segundo a prefeitura, a paciente testou positivo para Covid-19 por meio de exame PCR feito no Lacen e confirmado na tarde deste sábado. A morte foi confirmada também pela Secretaria de Saúde do Estado na atualização deste domingo (28).

Porém, familiares da idosa estão contestando o motivo do óbito. Eles dizem que a morte não foi por coronavírus. A filha e o neto da mulher fizeram postagens em suas redes sociais pessoais e também comentários em publicações de veículos de comunicação da região. Em uma das publicações diz assim: “É minha mãe, é mentira, ela não faleceu por Covid, isso é só para o hospital ganhar dinheiro”, destaca.

Por meio de uma nota, a Prefeitura de Teutônia se manifestou e disse que “o resultado do exame PCR (considerado padrão-ouro no diagnóstico de Covid-19 pelos órgãos de saúde), que confirmou que a paciente estava com Covid-19, somente veio para o município no início da tarde de sábado (27) um dia após o óbito da paciente”.

Também explicou que “a certidão de óbito publicada em redes sociais no final de semana não consta Covid-19 como causa da morte, pois ainda não se tinha o resultado do exame PCR. No entanto, já se suspeitava que a paciente estava com Covid, o que foi confirmado pelo exame PCR”, explica a nota.

O município disse que a “divulgação do óbito da paciente no boletim epidemiológico de sábado, partiu de orientação do Estado, que contabilizou o mesmo no painel oficial neste domingo, dia 28”. E acrescentou que “foram seguidos os protocolos pré-estabelecidos pelo Ministério da Saúde. E diante da altíssima taxa de confiabilidade do exame PCR e conforme o Lacen, é correto afirmar que a paciente faleceu com Covid-19”.

A Rádio Independente se baseia em dados oficiais do Governo do Estado para divulgação de informações a respeito de casos e óbitos por coronavírus. A reportagem tentou contato com familiares para esclarecer a situação. Até o momento não havia obtido retorno. Esta se tornou a 41ª morte por Covid-19 no Vale do Taquari, que agora passa a ter nove municípios com vítimas: Lajeado (21), Cruzeiro do Sul (5), Encantado (4), Paverama (3), Estrela (2), Roca Sales (2) e Taquari (2), Bom Retiro do Sul (1) e Teutônia (1).

Confira a nota na íntegra:

NOTA DE ESCLARECIMENTO – ÓBITO DE PACIENTE COM COVID-19

Sobre o óbito de uma mulher de 83 anos com Covid-19, ocorrido no início da noite de sexta-feira, dia 26 de julho:

1. A Prefeitura de Teutônia e o Comitê de Atenção e Enfrentamento ao novo Coronavírus, em primeiro lugar, lamentam e se solidarizam com a família neste momento de dor, de perda de um ente querido;

2. A paciente, que tem histórico de hipertensão, estava internada no Hospital Ouro Branco com pneumonia. Por ter familiares confirmados com novo coronavírus (Covid-19), seguindo os protocolos do Ministério da Saúde, no dia 25 de junho foi realizada a coleta de material para o exame PCR, processado pelo Laboratório Central (Lacen) de Porto Alegre;

3. O resultado do exame PCR (considerado padrão-ouro no diagnóstico de Covid-19 pelos órgãos de saúde), que confirmou que a paciente estava com Covid-19, somente veio para o Município no início da tarde de sábado, dia 27, um dia após o óbito da paciente;

4. A certidão de óbito publicada em redes sociais no final de semana não consta Covid-19 como causa da morte, pois ainda não se tinha o resultado do exame PCR. No entanto, já se suspeitava que a paciente estava com Covid, o que foi confirmado pelo exame PCR;

5. A divulgação do óbito da paciente no boletim epidemiológico de sábado, partiu de orientação do Estado, que contabilizou o mesmo no painel oficial neste domingo, dia 28;

6. Foram seguidos os protocolos pré-estabelecidos pelo Ministério da Saúde. E diante da altíssima taxa de confiabilidade do exame PCR e conforme o Lacen, é correto afirmar que a paciente faleceu com Covid-19;

7. Também cabe esclarecer que a definição dos valores destinados pelo Ministério da Saúde para ações de enfrentamento à pandemia não toma como base o número de pacientes infectados ou mortos. Portanto, tanto Município quanto Hospital não recebem recursos em cima de óbitos de pessoas com Covid-19.

Teutônia, 29 de junho de 2020
Prefeitura de Teutônia
Comitê Municipal de Atenção e Enfrentamento ao novo Coronavírus

Texto: Gabriela Hautrive
producao@independente.com.br

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui