As chuvas intensas das últimas semanas levaram a Prefeitura de Arroio do Meio a decretar situação de emergência. Cerca de 150 quilômetros de estradas foram danificados, uma ponte terá de ser reconstruída e o setor primário sofreu perdas expressivas. Laudos do setor de engenharia estimam R$ 2 milhões em perdas. O governo do Estado ainda não reconheceu o decreto.

Estradas do interior apresentam os maiores prejuízos, de acordo com o secretário de Obras e coordenador da Defesa Civil, Paulo Heck. “Foram 120 quilômetros de estradas do interior afetadas, com graves problemas, além de um deslizamento de terra, de médias proporções, na Comunidade de São Roque, que deixou cerca de 30 famílias sem acesso, no dia 27 de maio”, conta. Mais 30 quilômetros de vias urbanas foram atingidos, totalizando 150 quilômetros de estradas. O número corresponde a 40% das vias do município, que tem um total de 380 quilômetros.


ouça a reportagem

 


No Centro, precisam de melhorias as ruas Dom Pedro II e São José, sendo que a ponte da localidade, conhecida como “ponte dos 20”, precisará ser reconstruída. O custo estimado é de R$ 800 mil. A Avenida Presidente Vargas, no Bairro Aimoré, também foi prejudicada. No interior, foram registrados danos no acesso à Cascalheira, na estrada geral de Forqueta Baixa, de Arroio Grande e de Picada Arroio do Meio. Todas as vias foram interditadas durante os dias 26 e 31 de maio, quando ocorreu a cheia do Rio Taquari.

Somente para reparar as vias, Heck estima a utilização de R$ 700 mil. “Tivemos um prejuízo muito grande, além das perdas no setor primário, que são de aproximadamente R$ 400 mil. Com isso, chegamos a um total aproximado de R$ 2 milhões, que acabou provocando a decretação de emergência”, explica.

Reparos pontuais já estão sendo realizados. A Secretaria de Obras trabalhou no último sábado (02) e domingo (03), em consertos emergenciais. Foram recuperados trevos de acesso a bairros ao longo da ERS-130 e executada operação tapa buracos na estrada geral de Forqueta Baixa e travessões e Canudos/Linha 32.

Cheia

Em Arroio do Meio, a cheia alcançou 25,3 metros – conforme medições próprias que levam em conta a elevação dos rios Taquari e Forqueta. Uma família teve de ser retirada de casa. “O decreto não foi encaminhado por conta da cheia, mas pelo excesso de chuvas. Foram grandes precipitações em um curto espaço de tempo” garante o secretário. NR

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui