Premiê britânico Boris Johnson perde dois ministros importantes em grave crise


0
Foto: Gabinete do Primeiro-ministro

Os ministros britânicos das Finanças e da Saúde renunciaram nessa terça-feira (5), o que pareceu ser um golpe final para a liderança do primeiro-ministro Boris Johnson, após ele tentar se desculpar pelo último escândalo que estremeceu seu governo.

Tanto o ministro das Finanças, Rishi Sunak, quanto o ministro da Saúde, Sajid Javid, renunciaram em cartas enviadas ao primeiro-ministro, nas quais mencionaram a dificuldade de Johnson de comandar um governo que se atenha a padrões.

As renúncias ocorreram enquanto Johnson pedia desculpas pelo que classificou como erro de não perceber que um ex-ministro, encarregado de cuidados pastorais, era inadequado para o cargo no governo, após queixas de má conduta sexual serem registradas contra ele.

Ambos haviam apoiado publicamente Johnson durante meses de escândalo por causa da conduta de seu governo e da publicação de um relatório condenatório sobre festas no escritório e residência de Downing Street, que violaram as regras de lockdown contra a covid-19.

O premiê nomeou, nessa terça, Nadhim Zahawi como ministro das Finanças no lugar de Sunak. Zahawi era anteriormente secretário de Educação.

Fonte: Reuters

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui