Preocupação da Saúde de Lajeado passa a ser com as doenças infecciosas e respiratórias

Contato com a água do rio pode causar leptospirose e a chegada do frio pode propiciar o surto de gripes


0
Claudio Klein (Foto: Fernanda Kochhann)

O médico pneumologista e secretário de Saúde de Lajeado, Claudio Klein, falou sobre as preocupações do departamento após a enchente catastrófica do Rio Taquari.

As primeiras preocupações foram quanto a estrutura para receber os resgatados. Oito leitos de maca e toda a retaguarda de ambulâncias e do Hospital Bruno Born (HBB) estavam disponíveis para atendimento. Felizmente, segundo Klein, houve poucos casos graves.

A partir de agora a atenção se dá para doenças infecciosas, sendo que a principal delas é a leptospirose. De acordo com Klein, já há um protocolo adotado pela administração em relação a essa questão, que envolve a distribuição de um antibiótico a ser ingerido em dose única para prevenção contra a doença, principalmente para aqueles que tiveram exposição prolongada à água da enchente.

Além disso, há uma preocupação com o frio que chega e com as doenças respiratórias que surgem. Klein explicou que as pessoas estão fora de casa, estressadas, dividindo espaços pequenos, e com baixa da imunidade, o que pode desencadear problemas de saúde. A secretária tem tomado ações para a prevenção dos surtos. FK

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui