Presidente da Câmara de Lajeado exalta nível dos projetos aprovados pelos vereadores em 2021

Para Isidoro Fornari Neto, os projetos terão impacto no município e na região por anos


0
Isidoro Fornari Neto, engenheiro concursado da Prefeitura de Lajeado e vereador na cidade (Foto: Tiago Silva)

O programa Redação no Ar desta quinta-feira (30) recebeu o engenheiro concursado da Prefeitura de Lajeado e atual presidente da Câmara de Vereadores, Isidoro Fornari Neto (PP). Ele fez um balanço da legislatura de 2021. Para o parlamentar, foi um ano positivo pelo nível de projetos que se discutiu na Casa. Neto afirma que são propostas que vão refletir por muitos anos, não só em Lajeado, mas em toda a região do Vale do Taquari.

Fornari destaca a aprovação da parceria com o Departamento Autônomo de Estradas e Rodagens (Daer) para que o município fique responsável pelas obras de remodelação do trevo da BRF, na ERS-130; a permuta com o INSS para possibilitar a ampliação do Hospital Bruno Born; além da flexibilização para a abertura do comércio aos domingos, uma discussão que era travada há duas décadas, estima o vereador.

O vereador cita ainda a discussão sobre a renovação e ampliação de contrato do município com a Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan). Os parlamentares e a prefeitura querem segurança e garantias de execução dos serviços, com metas para entregas de obras e sustentabilidade financeira do contrato.

Fornari tem preferência pela manutenção da Corsan como operadora do saneamento da cidade, por sua expertise, mas não da forma como a empresa tem atuado.

Produção legislativa

Em 2021 a Câmara de Lajeado aprovou 113 matérias de origem do Executivo e 59 de autoria dos vereadores. Conforme o presidente Isidoro Fornari Neto, os textos foram discutidos, analisados e aperfeiçoados. Ele valoriza a troca de ideias e as discussões de opiniões entre os pares.

Fornari Neto explica que por Lajeado ser um município com menos de 100 mil habitantes, o Legislativo teria o direto de ter 8% da arrecadação. Porém, em uma costura com a prefeitura no Orçamento, fica com 2,4%. E neste ano, vai devolver R$ 3,450 milhões do que teria direito aos cofres do município.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui