Presidente do Consisa-VT espera realizar mais de 450 cirurgias eletivas oncológicas até o início de 2022

“Ainda no mês de novembro já teremos início a essas cirurgias”, projeta Marcos Scorsatto, a partir de convênio estabelecido com o Hospital Bruno Born


0
Marcos Scorsatto, presidente do Consisa-VT (Foto: Divulgação)

O Consórcio Intermunicipal de Saúde do Vale do Taquari (Consisa-VT) firmou um convênio com o Hospital Bruno Born (HBB), de Lajeado, para liberar a fila de espera para cirurgias oncológicas, voltadas à cabeça e ao pescoço. Atualmente, pelo menos mais de 450 pessoas aguardam para realizar o procedimento na região.

Conforme explica o presidente do Consisa-VT, Marcos Scorsatto, a fila é administrada pela 16ª Coordenadoria Regional de Saúde (16ª CRS). A ideia é destravar essa espera, que aumentou em função da pandemia de coronavírus, em que houve esforço concentrado na rede de saúde para combater a covid-19.

O mutirão será realizado em um período de 12 meses. Os pacientes ou familiares serão avisados através de contato feito pelas secretarias municipais de Saúde. “Tão logo esses pacientes façam os primeiros exames necessários, já vamos iniciar essas cirurgias. Esperamos que a gente consiga o mais breve possível”, ressalta Scorsatto.

“Ainda no mês de novembro já teremos início a essas cirurgias”, projeta. Conforme o presidente do Consisa-VT, há pessoas que aguardam há mais de dois anos. “Espero que a gente consiga, até o início do ano que vem, fazer todas essas cirurgias”, calcula.

Scorsatto espera firmar convênios semelhantes com outros hospitais do Vale do Taquari. O gestor destaca que, num segundo momento, a entidade buscará estender a parceria para as demais cirurgias eletivas, atualmente represadas. Hoje, o consórcio tem 40 municípios.

Texto: Tiago Silva
web@independente.com.br

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui