Presidente sanciona lei que amplia pena para violência contra crianças

Confira as informações do programa Correspondente Independente das 18h


0
Ao menos 14 crianças foram vítimas de violência sexual na creche (Foto: shutterstock)

O presidente Jair Bolsonaro sancionou, na tarde desta terça-feira (24), o projeto de lei que amplia medidas protetivas para crianças e adolescentes vítimas de violência doméstica ou familiar. A norma também passa a considerar crime hediondo o assassinato de menor de 14 anos, com pena de reclusão de 12 a 30 anos.

O texto determina pena de três meses a dois anos para quem descumprir decisão judicial favorável à adoção de medidas protetivas de urgência. Além disso, aumenta de um terço à metade a pena de homicídio contra menor de 14 anos se o crime for cometido por familiar, empregador da vítima, tutor ou curador, ou se a vítima é pessoa com deficiência ou tenha doença que implique o aumento de sua vulnerabilidade. A proposta foi batizada de Lei Henry Borel, em homenagem ao menino de 4 anos que foi espancado e morto em março de 2021. Fonte: Agência Brasil

Covid-19: RS registra o maior número de internações em UTIs em 55 dias

O aumento dos casos confirmados para o novo coronavírus começa a refletir na ocupação dos leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). Com 138 pacientes diagnosticados com a Covid-19 em estado grave, o Rio Grande do Sul registrava nesta terça-feira o maior número de internações por conta da doença em 55 dias. De acordo com a Secretaria Estadual da Saúde (SES), desde 30 de março, quando havia 149 internações, o Estado não tinha tantas hospitalizações em decorrência da Covid-19. Pelo sexto dia seguido o número de pacientes diagnosticados com a doença em leitos de terapia intensiva se mantém acima de 100. Fonte: Correio do Povo

Guerra na Ucrânia chega a 3 meses com rastro de destruição, refugiados e civis mortos

A guerra na Ucrânia completa nesta terça-feira (24) três meses desde a ordem de invasão do país dada por Vladimir Putin. Classificado pelo presidente da Rússia de “operação militar especial”, o conflito já deixou milhões de refugiados e causou trilhões em danos e prejuízos Segundo dados do Alto-Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur), 6.552.971 pessoas deixaram a Ucrânia desde o início da guerra. A agência da ONU também registrou 2.048.500 entradas no país — sem ser possível confirmar se esse número se relaciona à população que retornou à Ucrânia. Também segundo a ONU, pelo menos 3.309 civis morreram devido aos confrontos entre russos e ucranianos. Fonte: R7

Airbnb vai encerrar operação na China a partir de 30 de julho

O Airbnb vai encerrar todos os anúncios e experiências na China continental a partir de 30 de julho, informou a empresa de aluguel por temporada nesta terça-feira (24), juntando-se a uma longa lista de plataformas de internet ocidentais que optaram por sair do mercado chinês. A companhia norte-americana fez o anúncio em sua conta oficial do WeChat sem detalhar as razões por trás da decisão e disse que os usuários chineses ainda poderão fazer reservas no exterior.

O jornal Global Times, citando uma fonte próxima à empresa, disse que o Airbnb decidiu fechar o negócio doméstico porque era muito caro e complexo de operar, o que foi ainda mais impactado pela pandemia do Covid-19. O Airbnb não respondeu a um pedido de comentário. Fonte: G1

Tedros Adhanom é reeleito diretor da OMS por 5 anos

O médico etíope Tedros Adhanom Ghebreyesus, primeiro africano a dirigir a Organização Mundial da Saúde (OMS), foi reeleito nesta terça-feira para um segundo mandato de cinco anos. A sorte estava quase lançada antes da votação secreta na Assembleia Mundial da Sáude que acontece em Genebra: uma ampla maioria dos 194 Estados-membros da OMS se pronunciou a favor de Tedros, o único candidato na disputa. Com 57 anos, este rosto conhecido do combate à Covid-19, o Dr. Tedros, como gosta de ser chamado, é especialista em malária, graduado em imunologia, doutor em saúde comunitária e foi ministro da Saúde e das Relações Exteriores de seu país. Fonte: Correio do Povo

China suspende temporariamente importação de carne de 4 frigoríficos brasileiros

A China anunciou suspensão a temporária da importação de carne bovina de quatro frigoríficos brasileiros a partir desta terça-feira (24), informou a Administração Geral de Alfândegas do país asiático. Duas unidades da Marfrig que estão na lista já tiveram as suas vendas suspensas pela China por 1 semana, em abril deste ano. Uma delas, localizada no município de Promissão (SP), está impedida de exportar para a China por 4 semanas. Outra é a unidade de Várzea Grande (MT), que teve, agora, as exportações suspensas por 1 semana. Duas unidades da JBS, uma em Senador Canedo (GO) e outra em Lins (SP), também estão impedidas de vender carne bovina para a China por 1 semana. Fonte: G1

Jogador do Remo é preso após jogo contra o Ypiranga de Erechim por dívida em pensão alimentícia

O jogador Erick Flores, do Clube do Remo, do Pará, foi preso na noite de segunda-feira (23), em Erechim, no Norte do Rio Grande do Sul, logo após a partida contra o Ypiranga, pela Série C do Brasileirão. A Polícia Civil cumpriu um mandado de prisão expedido pela 3ª Vara de Família do Foro Regional de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, por não pagamento de pensão alimentícia. O atleta, até a atualização mais recente desta reportagem, seguia detido no Presídio Estadual de Erechim. Fonte: G1

Produção e apresentação: Rita de Cássia

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui