PRF não descarta longas filas durante o feriadão de Páscoa devido a restrição de fluxo entre Estrela e Lajeado

Historicamente na Semana Santa há aumento no fluxo de veículos nas rodovias federais gaúchas


0
Foto: PRF

Desde o último domingo (28) a Polícia Rodoviária Federal (PRF) reforça as operações e o policiamento nas rodovias federais do Rio Grande do Sul. A fiscalização de trânsito e o combate ao crime se manterão intensificados pelos policiais durante a operação que se estenderá até o próximo domingo (4) – Páscoa.

No feriado da Semana Santa historicamente as rodovias federais gaúchas apresentam aumento de fluxo de veículos. Com a pandemia, tal período do ano passado não teve o movimento dos anos anteriores.

Em 2021, com restrições para o comércio e o turismo, a tendência do não aumento do trânsito nas rodovias gaúchas se mantém. Mesmo assim, a PRF alerta para os dias e horários em que podem acontecer os picos de fluxo no período: tarde e noite de quinta-feira (1); manhã de sexta-feira (2); e tarde e noite de domingo (4). Em caso de fluxo mais acentuado, os agentes destacam que a restrição no tráfego no km 350 da BR-386 em Estrela poderá gerar grandes filas, em ambos sentidos da rodovia.

A PRF informa que está preparada para qualquer cenário de movimentação, pois reforçará o efetivo e, como de costume, direcionará o policiamento especialmente para os locais e horários com previsão de maior incidência de acidentalidade.

O foco será a fiscalização de infrações que geram maior risco ou potencializam as lesões nos acidentes, como embriaguez ao volante, ultrapassagem indevida, uso do celular e a correta utilização do cinto de segurança.

Em caso de acidente, se não houver feridos, a PRF orienta que os envolvidos retirem os veículos da pista, podendo realizar o registro da ocorrência pela internet. Havendo feridos, que se acione a PRF.

Haverá restrição em pista simples para veículos de carga com dimensão excedente: quinta (1) e domingo (4), das 16h às 22h; e sexta (2) das 6h às 12h. MS

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui