Procon-SP multa Facebook em mais de R$ 11 milhões por ‘apagão’ em outubro

Confira as informações do correspondem meio dia


0

O Procon-SP anunciou nesta segunda-feira (6) que multou o Facebook em mais de R$ 11 milhões por “má prestação de serviço” após o apagão em 4 de outubro que deixou os apps da empresa, incluindo o WhatsApp e o Instagram, fora do ar por quase 6 horas. “Embora o serviço não seja cobrado, a empresa lucra com os usuários, logo, há relação de consumo”, disse. O Facebook ainda pode recorrer. G1

Argentina anuncia primeiro caso da variante ômicron

A Argentina registrou o primeiro caso da variante ômicron da Covid-19 em um viajante procedente da África do Sul. A informação foi divulgada pelo ministério da Saúde em um comunicado. A pasta solicitou que a população permaneça alerta e afirmou que pretende “fortalecer a vigilância epidemiológica e as medidas de prevenção em todo o território”. O caso detectado corresponde a um homem de 38 anos que mora na província de San Luis (oeste) que retornou à Argentina em 30 de novembro. O viajante tem o esquema de vacinação completo e um antecedente de Covid-19 em março, informou o ministério. Correio do Povo.

Após fala de Bolsonaro, Petrobras afirma que não antecipa reajustes

A Petrobras afirmou nesta segunda-feira (6) que não antecipa decisões de reajuste de combustíveis e reforça que não há nenhuma decisão tomada por seu Grupo Executivo de Mercado e Preços (GEMP) que ainda não tenha sido anunciada ao mercado. O comunicado foi divulgado após o presidente Jair Bolsonaro afirmar que a Petrobras começará nesta semana a anunciar “pequenas” reduções no preço dos combustíveis, conforme entrevista. “A Petrobras reitera seu compromisso com a prática de preços competitivos e em equilíbrio com o mercado, ao mesmo tempo em que evita o repasse imediato das volatilidades externas e da taxa de câmbio causadas por eventos conjunturais”, disse e companhia. Correio do Povo

Chile inicia vacinação contra Covid-19 em crianças de 3 a 5 anos

As crianças entre três e cinco anos começaram a receber a vacina contra o coronavírus no Chile nesta segunda-feira (6). “Estamos iniciando a campanha de vacinação das crianças entre 3 e 5 anos, com uma vacina que é segura e eficaz e que vai proteger mais de 700.000 crianças”, informou o presidente do Chile, Sebastián Piñera. O presidente compareceu a uma vacinação em massa em Santiago no estádio Nacional, onde começou a imunização desta faixa etária. Até agora, o país vacinava crianças a partir dos seis anos. “Esta vacina, além de proteger as crianças, também protege seus pais, mães e suas famílias”, destacou Piñera em declarações à imprensa, nas quais especificou que esses menores receberão a vacina chinesa Sinopharm de duas doses. Correio do Povo

China ameaça contramedidas se EUA boicotarem Olimpíada de Inverno de Pequim

O Ministério das Relações Exteriores da China afirmou nesta segunda-feira (6) que o país vai adotar medidas contra políticos dos Estados Unidos que pedem para que os EUA boicotem diplomaticamente as Olimpíada de Inverno de Pequim. Acredita-se que o governo Biden anunciará nesta semana que autoridades do governo dos EUA não comparecerão à Olimpíada de 2022 em Pequim. Por esse boicote diplomático, os atletas ainda podem participar do evento, mas nenhum representante do governo dos EUA deve comparecer. G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui