Procura por vacinação contra Covid-19 na Junta Militar de Lajeado ainda é baixa, diz enfermeira

Reportagem foi até o local na manhã desta quinta-feira (18). Doses estão sendo aplicadas para idosos com 85 anos ou mais.


0
Idosos com dificuldades para locomoção possuem acesso a vacina no sistema drive thru (Foto: Gabriela Hautrive)

Com o objetivo de facilitar o acesso a vacina contra a Covid-19, o município de Lajeado ampliou os pontos para aplicação das doses. A Junta Militar, localizada na Benjamin Constant, no Centro, está recebendo idosos com 85 anos ou mais desde quarta-feira (17).  Porém, conforme a enfermeira Virgínia Rodrigues, até a manhã desta quinta-feira (18), a procura ainda era baixa. “Acredito que a população talvez não esteja sabendo. Aqueles idosos que possuem dificuldades de saírem do carro, nós podemos ir até o veículo e aplicar a dose”, relata.


ouça a reportagem

 


 

Uma das idosas que fez a vacina neste sistema drive thru, foi Elita Zwirtes, de 87 anos, moradora do Bairro São Bento. Ela foi levada até o local por sua filha, na manha desta quinta-feira (18), e não precisou descer do carro para ser imunizada. Elita falou sobre o sentimento em receber a dose. “Me sinto bem melhor, mais tranquila por tudo isso ai”. Outro ponto da cidade que está fazendo a aplicação é o Centro de Saúde do Bairro Montanha. No caso de idosos acamados a vacina é feita a domicílio. Na Junta Militar não é necessário agendamento prévio. “Horário de funcionamento para vacina é das 7h30 às 11h e das 13h às 16h”, diz Virgínia.

Elita Zwirtes, de 87 anos, moradora do Bairro São Bento, recebeu a vacina na manhã desta quinta-feira (Foto: Gabriela Hautrive)

As vacinas estão sendo aplicadas por ordem de chegada, mediante apresentação dos documentos. “Para semana que vem ainda não sabemos como vai ser, mas possivelmente continuaremos por aqui”, relata a enfermeira sobre o cronograma de vacinação para os próximos dias na Junta Militar. Todas as pessoas que fizerem a primeira dose da vacina receberão uma carteira e serão orientadas sobre quando deverão fazer a segunda dose da imunização, já que todas as vacinas aprovadas e disponíveis no Brasil até o momento exigem duas doses, tanto a Coronavac, vacina produzida pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac, como a Astrazeneca de Oxford.

“Neste momento ainda estamos vacinando apenas idosos com 85 ou mais na Junta Militar. Se tiver algum idoso, com essa faixa etária que já fez a primeira dose e precisa da segunda, pode ser feito aqui também, sem problemas”, explica. Além disso, em Lajeado, a vacinação também ocorre em alguns postos de saúde, nos bairros que têm menor adesão entre os idosos. Na quarta-feira (17), os moradores atendidos na região da Estratégia de Saúde da Família (ESF) Olarias tiveram acesso a imunização.

Enfermeira Virgínia Rodrigues (d) e os técnicos em enfermagem, Diogo Dalvite e Ângela Rizzi (e) (Foto: Gabriela Hautrive)


Vacinação no Vale do Taquari

A atualização divulgada na manhã desta quarta-feira (17), pela Secretária da Saúde do Estado do Rio Grande do Sul, registrava 10.631 pessoas vacinadas contra a Covid-19 no Vale do Taquari. As doses foram aplicadas em profissionais da saúde, pessoas em Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI), idosos com idade superior a 95 anos e em Pessoas com Deficiência (PCD). Após 30 dias desde o início da campanha, a média de vacinados na região é de aproximadamente 354 pessoas por dia.

Confira também:

Conforme divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em setembro de 2020, a região, composta por 36 municípios, têm 366.122 habitantes. Com isso, cerca de 3.4% da população da região já recebeu ao menos uma dose do imunizante. O município com maior número de vacinados é Lajeado, até então era Lajeado com 3.149, o que corresponde a 29,6% do total de imunizações. Na sequência, aparece Estrela, com 1.038; Taquari, 1.016; Teutônia, 753; Arroio do Meio, 638; e Encantado, com 554.

Texto: Gabriela Hautrive
reportagem@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui